8 Motivos para assistir Vikings

Em 21.07.2016   Categoria: TV

Hoje trago a vocês uma série que pode ser vista no canal History: Vikings. Mas calma, não vá embora ainda! Essa série vale cada segundo assistido!

Uma Aula De História

vikings

Vikings narra a história de Ragnar Lothbrok (Travis Fimmel), personagem baseado no herói nórdico de mesmo nome. Ragnar ficou conhecido por ser pioneiro nas incursões à França e Inglaterra. A série faz com que mergulhemos na cultura viking, podemos ver como eles viviam, comiam, se vestiam, quais eram seus valores e sua organização em sociedade. O choque entre a cultura viking e o cristianismo é muito interessante, pois vemos diferenças gritantes não só de rituais e crenças, mas principalmente dos valores que o indivíduo de cada cultura carrega. Mas mesmo assim vemos que é possível um ponto de equilíbrio entre as crenças, através da amizade que surge entre Ragnar e o monge Athelstan (George Blagden).

Misticismo

Os Vikings seguiam uma religião politeísta, ou seja, acreditavam em vários deuses. Vemos como os Vikings empregavam a religião e suas crenças em seu dia a dia e em suas decisões.

Bromances

Na minha opinião, os bromances nas séries e filmes trazem uma visão de amizade verdadeira que todos nós gostaríamos de ter. Bromance pode ser traduzido na relação de Blake Shelton e Adam Levine em The Voice, ou Frodo e Sam de Senhor dos Anéis, ou até mesmo Jared Padalecki e Jensen Ackles (protagonistas na série Supernatural) carinhosamente chamados de Padackles.

Reviravoltas

A trama é recheada de reviravoltas, é traição de irmãos, amigos, súditos, casais e etc. Aquele personagem que não parecia que iria vingar, acaba ganhando um lugar no seu coração. Você pode ter certeza que os episódios passam longe de ser previsíveis.

Girl Power

Quando o assunto é empoderamento feminino, pode ter certeza que as mulheres Vinkings representam a todas nós. A mulherada luta lado a lado com os homens. Em especial temos a nossa protagonista Lagertha, que você provavelmente vai gostar MUITO.


Cenários

Bom, se você gostaria de conhecer as belas terras dos países nórdicos, com certeza vai cogitar assistir essa série.

Figurinos

Eu particularmente adorei os figurinos! Tem vestidos lindos, roupas de batalhas e mesmo se tratando de um tempo bem antigo, as mulheres vikings também usavam calças. E os penteados cheios de tranças maravilhosas!

NSFW (Not Safe For Work)

Uma série com tantas beldades reunidas, não tem como não ter cenas de ficar babando. E tem para todos os gostos (eu acho rsrs)

Se ainda está na dúvida, assiste aí essa abertura maravilhosa!


5 canais de estudo inspiradores no Youtube

Em 18.07.2016   Categoria: Tia Babi

Existe uma coisa que me ajuda a me motivar e a me inspirar para estudar. Na verdade não é apenas uma, já que no Youtube está cheio de canais de estudo interessantes de pessoas com esse objetivo: mostrar suas rotinas de estudo pra ajudar qualquer pessoa a fazer exatamente isso: se inspirar e se sentir motivado.

Dito isso, resolvi trazer pra vocês a indicação de alguns canais que acompanho, mostrando um vídeo de cada um deles para que vocês, se quiserem, possam fazer o mesmo que eu. Todos eles são gringos porque não conheci nenhum brasileiro até hoje. Se vocês souberem de algum, por favor, deixem como indicação nos comentários.

Study with Mariana

O canal da Mariana foi o primeiro que eu conheci. Além de acompanhá-la no Youtube, também acompanho seus posts no Tumblr. Ela é de Portugal e, como eu, também cursa Direito. Apesar de seus vídeos estarem todos em Inglês, ela deixa legendas para todos eles, o que é ótimo pra quem não tem domínio sobre e a língua.

Eu gosto bastante da forma que ela usa pra organizar suas coisas. Foi depois de assistir ao vídeo em que ela mostra seu fichário que resolvi voltar a usar o método, largando meus cadernos (e foi a melhor coisa que fiz).

Study with Jess

A Jess é uma study guru super animada (eu diria até a mais animada que conheci até agora) que fala sobre estudos de forma bem alegre e fácil (e rápido – que menina que fala rápido!). Ela é da Austrália e já até lançou uma linha de materiais escolares.

Studyign

Mais um canal que, além de eu acompanhar pelo Youtube, ainda sigo no Tumblr. A Sareena tem os vídeos no mesmo estilo da Mariana, e tenho que dizer que até prefiro dessa forma, sem rosto nem nada, apenas o foco naquilo que mais importa.

Ela dá várias dicas super legais e recentemente começou uma série de vídeos chamada BuJo Battles, totalmente focada em Bullet Journals e ideias para fazer no seu (mas isso fica pra outro post, Bullet Journal sempre rende bastante assunto).

Darling Rachel

Resolvi mostrar o da Rachel porque ela tem um estilo mais diferente dos que eu já mostrei ali em cima e é uma outra forma pra gente se inspirar. No vídeo que resolvi mostrar, ela mostra a forma que usa para criar flashcards.

Como ela fala, quase não usa o método, mas acreditou que isso ajudaria a estudar línguas – e tenho que concordar que é uma ótima ajuda, apesar de eu também utilizar flashcards para estudar Direito Penal.

Thomas Frank

Agora, de todos esses canais, se tem uma pessoa que fala mostrando que sabe sobre o que está falando, é o Thomas. O mais legal é que além de a gente receber várias dicas super interessantes sobre estudos, ainda podemos ficar olhando pra essa coisa linda, não é verdade?

Brincadeiras a parte, os vídeos do Thomas trazem bastante informação. Além disso, ele sempre mostra de onde tirou aquela ideia, que é sempre de algum livro que ele leu ou de algum estudo que ele acompanhou. Este foi um dos últimos vídeos que eu vi dele e confesso que nas minhas últimas provas até conferi minhas respostas antes de passar pro gabarito.


Resenha: Colin Fischer – Ashley Edward Miller e Zack Stentz

Em 14.07.2016   Categoria: Resenhas

COLIN FISCHERColin Fischer é um garoto que está entrando no Ensino Médio. Nós já sabemos que essa fase escolar não é muito fácil, mas para Colin será ainda mais complicada, e não digo que é pelo fato de ele ter a Síndrome de Asperger, mas sim pela maneira que seus colegas enxergam isso.

Durante o Ensino Fundamental, Colin era acompanhado por uma cuidadora. Com ela, aprendeu a identificar as expressões faciais das pessoas. Ele tem tudo isso anotado em cartões e está sempre verificando para ter certeza do que as pessoas ao seu redor estão sentindo e como elas provavelmente vão agir. É por isso que a capa do livro tem todas essas expressões desenhadas e também por isso que todo capítulo é iniciado com uma delas, remetendo ao que o Colin está sentindo. Ponto pra Editora Novo Conceito, que fez um ótimo trabalho ao pensar e colocar isso no livro.

Voltando ao livro, a história parece ser bem boba nos primeiros capítulos, mas mesmo assim, é impossível deixar de lado. Colin me cativou, fazendo com que eu passasse raiva apenas com todas as notas de rodapé no livro. Eu não gosto de notas de rodapé (Perdão, Leonard Peacock é exceção) e não gostei da forma que elas foram sendo feitas, tanto que não consegui ler algumas por inteiro, deixando de lado e continuando a história, que era bem mais interessante.

Acontece um crime na escola: uma arma é disparada dentro do refeitório durante o aniversário de Melissa, uma das únicas pessoas que trata Colin bem. Como ele é bem observador e costuma anotar tudo aquilo que vê em seu caderninho com uma caneta verde (ele não gosta de azul), acha interessante investigar e descobrir quem é o culpado, já que percebe que a polícia não consegue fazer isso por conta própria.

Achei interessante a forma que os autores trataram da Síndrome de Asperger e amei a construção do personagem Colin. Como já disse, ele é cativante e fez com que eu não quisesse deixar o livro para depois, lendo suas poucas páginas de maneira bem rápida. A única coisa que não gostei foram as notas de rodapé (já comentei sobre isso, não voltarei a falar delas), mas o livro foi tão bom e terminou de uma maneira tão legal que fico agora no aguardo para uma segunda história com Colin Fischer no comando.


Página 1 de 26712345... 267Próximo