Categoria "Filmes"

Filmes românticos e clichês para assistir no dia dos namorados

Em 09.06.2016   Categoria: Filmes

Apesar de não ser tão fácil convencer o namorado a assistir um filme “água com açúcar”, tem alguns que gostam e não assumem, né? haha Mas você não precisa necessariamente assistir a algum deles acompanhado; pode ser sozinho se você não tiver namoradx, pode ser sozinho se você estiver namorando e pode ser com a família (por que não?)!
Resumindo: são indicações de filmes para assistir a qualquer momento, mas todos são românticos e clichês.

Provavelmente você já assistiu a pelo menos 90% da lista, mas pode assistir de novo, né? haha

Vestida Para Casar

27 Dresses (2008)

27dresses
Imagem via: Finding Wonderland

Esse filme é mais comédia do que romance e é por isso que eu gosto tanto. Além de tudo tem uma pegada Frozen por conta da fraternidade entre as irmãs. O papel da Katherine Heigl é maravilhoso e admiro muito a bondade dela – e também quando ela se toca que é boazinha demais e começa a mudar haha Obviamente que o James Marsden ajuda muito a colocar esse filme entre os meus favoritos porque <3 <3 <3

Juntos Pelo Acaso

Life as We Know It (2010)

juntospeloacaso
Imagem via: Assistir Filmes Online Dublado

Esse é um dos meus filmes favoritos e eu sei praticamente todas as falas de tanto que eu já assisti. Novamente a Katherine Heigl aparece por aqui haha adoro essa mulher! A história é super triste, mas o jeito que a personagem dela e do Josh Duhamel encontram para fazerem dar certo é super humano e real. Sem contar que a bebê que faz o filme é lindinha demais e dá vontade de apertar o tempo todo! haha

A Verdade Nua e Crua

The Ugly Truth (2009)

averdadenuaecrua
Imagem via: Assistir Filmes Online Dublado

Eu juro que esse post não é sobre a Katherine Heigl! HAHAHA A culpa não é minha que ela faz tantos filmes bonitinhos! Esse aqui tem um ÁS a mais por conta do Gerard Butler sendo fingindo ser um garanhão e com isso consegue arrancar altas risadas. Demora para perceber o romance na história, mas a forma meio “chucra” com que esse sentimento é tratado torna tudo ainda mais engraçado.

continue lendo

Para Assistir nas Telonas: Capitão América 3: Guerra Civil

Em 16.05.2016   Categoria: Filmes

Apesar de eu ter ido à pré estreia desse filme maravilhoso, eu enrolei um pouco para fazer essa “crítica” porque queria assistir novamente antes… Fui na quarta-feira (11) e consegui prestar atenção em detalhes que na primeira vez não percebi, já que a ansiedade e animação eram maiores que a concentração haha

Captain America Civil War
Imagem via: Disney Tourist Blog

Capitão América 3: Guerra Civil é mais uma obra prima da Marvel e até o momento o meu filme favorito de super herói. É óbvio que o Capitão América ser o meu herói favorito ajudou muito nessa “eleição”, mas vamos ao que importa…

Para contextualizar aqueles que não conhecem a história toda: Capitão América 3 não é a continuação perfeita de Capitão América 2 e sim de Vingadores: A Era de Ultron (o 2º filme da série). Um dos pontos positivos da Marvel (na minha opinião) é esse intercalado de histórias, que quase te obrigam a ter assistido todos os filmes lançados para compreender o universo todo. Então, se você não assistiu Vingadores 2, não vá ainda ao cinema, pois você vai perder diversas informações (inclusive não saberá o objetivo de algumas personagens que têm sua primeira aparição somente em Vingadores).

Apesar de eu nunca ter lido as histórias em quadrinhos da Marvel (um ponto que quero mudar assim que terminar meu MBA haha), pesquisei bastante sobre a Guerra Civil antes de ir à pré estreia. Não podia sentar ao lado de pessoas viciadas no universo todo sem ao menos saber um pouco do que apareceria na tela. Algumas coisas não foram totalmente fieis aos quadrinhos, mas acredito que para realizar uma adaptação cinematográfica, alguns pontos têm que ficar pra trás ou simplesmente serem interpretados de uma maneira diferente. Sempre que há uma adaptação para o cinema aparecem modificações.

Tudo começa em Lagos, uma cidade da Nigéria em que o Capitão América/Steve Rogers (Chris Evans) conseguiu rastrear a presença de Ossos Cruzados/Brock Rumlow (Frank Grillo) e levou alguns dos Vingadores para ajudar a caçá-lo e descobrir o que ele quer na cidade. Durante a perseguição toda, Rumlow e Rogers se enfrentam e Rumlow aproveita para comentar sobre Bucky, o velho amigo do Steve, e faz com que ele perca a concentração e não perceba que ele tem um explosivo em sua armadura… Para evitar que os dois explodam juntos, a Feiticeira Escarlate/Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) tenta conter a explosão e joga Rumlow para o alto, mas acaba acertando um prédio que possuía pessoas dentro…

Com esse evento, o rei de Wakanda, T’Chaka (John Kani), faz um pronunciamento sobre o ocorrido e menciona que os Vingadores não podem continuar agindo sem supervisão… É aí que Tony Stark/Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) aparece no QG dos Vingadores com a companhia do Secretário do Estado para propor a assinatura do Tratado de Sokovia, que tem como objetivo colocar as ações dos Vingadores sob o controle da ONU, que será quem decidirá onde, quando e como eles devem agir.

Obviamente é assim que se dá a divisão de lados entre Steve e Tony, já que eles não têm a mesma opinião… Com os “times” divididos entre a favor e contra o Tratado, é durante um ataque à conferência da assinatura oficial da lei que a batalha tem início: o acusado de ter realizado o ataque é ninguém mais, ninguém menos que o Soldado Invernal/Bucky Barnes (Sebastian Stan). Com o intuito do governo de encontrá-lo para finalmente prendê-lo, Steve fará de tudo para defender o amigo e entender o que realmente aconteceu, já que acredita que seja apenas um engano…

 

continue lendo

Ender’s Game – O Jogo do Exterminador

Em 01.10.2015   Categoria: Dicas, Filmes

Precisei ouvir bastante sobre O Jogo do Exterminador antes de tomar coragem pra passar algumas horas na frente da televisão assistindo a algum filme (acredite: durmo no meio de quase todo filme que começo a assistir, por isso preciso saber que o filme é muito bom pra poder encarar o desafio de assistir a algum).

O JOGO DO EXTERMINADOR

O fato de saber sobre a existência da história em livro e também por saber que uma das minhas amigas já havia lido e amado, acabou me dando um gás pra poder testar o filme. Que bom que aceitei o desafio, fiz uma pipoquinha e dei play no Netflix. Valeu cada minuto!

Em Ender’s Game, depois de um ataque dos Formics (uma espécie de alienígenas que nos faz pensar em formigas gigantes) à Terra, um novo exército está sendo formado. Este exército é composto apenas por crianças que foram criadas com jogos de Guerra, tendo uma capacidade incrível para estratégia. Ender (Asa Butterfield) é a mais nova criança a ser enviada para o treinamento e acaba por se destacar em tudo, podendo ser o escolhido a comandante da missão.

Para evitar novas Guerras, a ideia é atacar os Formics, impedindo-os de retornar à Terra para uma nova invasão. Eles precisam de uma criança como comandante porque as crianças são mais rápidas e pensam de uma forma que nenhum adulto consegue entender.

Ender é assim. Ele pensa no inimigo, em como o inimigo pensa e vê as coisas. É por isso que ele sempre acaba por se destacar em qualquer coisa que faz. É muito bom e luta por aquilo. Quer ser um comandante. Quer participar da Guerra e mostrar que pode ser o melhor.

O filme é incrível. A cada cena eu me sentia sem fôlego e com vontade de assistir mais do que apenas aquilo que nos foi mostrado nas telas (acredite: até a pipoca eu comecei a deixar de lado. O sono nem passou perto de mim!). Eu não conseguia desgrudar da televisão e até ouvi meu tio comentar que eu não piscava. E eu acredito nisso! Porque é simplesmente um pecado perder um segundo sequer deste filme. Ele é totalmente maravilhoso e super bem feito.

É importante destacar que a história, por ter sido bem escrita, acaba te mantendo extremamente concentrado. Vários segredos rondam a vida de Ender, várias mentirinhas vão sendo contadas com algum intuito, mas é quase impossível que consigamos compreender o que é verdade e o que não é.

Eu assistiria de novo e de novo e de novo e de novo apenas para me encantar cada vez mais com tudo que fez o filme ser o que é. Fiquei mesmo apaixonada e confesso que não consegui parar de pensar nele por um bom tempo. Agora basta ler o livro e me deliciar com essa história mostrada no papel.


Página 3 de 71234567
MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Seleção de Livros! Clique e confira.