Categoria "Livros"

Resenha: Obsessão – Maya Banks

Em 03.11.2016   Categoria: Livros, Resenhas

Esta resenha é de um livro não recomendado para menores de 18 anos.

obssessãoObsessão é o primeiro livro da trilogia Breathless, do gênero erótico, lançada no Brasil pelo selo Quinta Essência da editora LeYa. E, diferente do que eu aguardava, o livro já começa com tudo!

Em Obsessão conhecemos Gabe, um multimilionário, dono de uma empresa junto com seus dois melhores amigos: Ash e Jace. Jace tem uma irmã, Mia, e é com ela que Gabe resolve se envolver. Ele nunca havia tentado nada em respeito ao seu amigo e por saber que a diferença de idade entre os dois é bem grande, mas depois de vê-la na rua, certo dia, tentando pegar um táxi, não conseguiu se controlar: foi até ela e fez a oferta, mostrando um contrato imenso para que ela assinasse aceitando que ele fosse seu dono. Ela iria obedecê-lo quanto a tudo em sua vida, ganhando um emprego de assistente pessoal. Cá entre nós, emprego este que mais parece fachada.

A maioria das pessoas aguardava um pouco mais naquela curva de aprendizado antes de mergulharem num relacionamento sexual, mas supôs que Gabe estava bastante acostumado a fazer as coisas à sua maneira, não se preocupando com convenções.

Eu vibrei com o livro. Gabe é um cara fechado por causa de coisas que aconteceram com ele no passado. Ele precisa do contrato para se sentir totalmente bem e se proteger. Ele não quer se apaixonar, não quer saber de um relacionamento que tenha mais do que sexo em sua base. Mas Mia é diferente. Ele já tinha um instinto protetor por ela ser a irmã mais nova de seu melhor amigo, mas agora, tendo-a como sua, ele se sente ainda mais responsável por tudo o que acontece com ela. Ele está totalmente obcecado por Mia, mas não sabe o que esperar dela.

– Não se apaixone por mim – avisou-a. – Não interprete isto como nada além do que é. Não quero magoar você.

A questão de não querer se apaixonar e de lutar contra isso é apenas um dos fatores que me fez não querer largar o livro. Tudo é intenso entre os dois e isso ajuda o leitor a querer saber o que acontecerá no final. Fiquei vidrada! O mais interessante é que eu não queria apenas saber o que ia acontecer com Gabe e Mia, mas também o que aconteceria com Jace, Ash e Caroline (melhor amiga de Mia). Os pais de Gabe também fazem parte da história, assim como sua ex-mulher.

A autora conseguiu fazer um bom trabalho com seu livro, me deixando louca pelo próximo capítulo e, ao final, me fazendo desejar os próximos livros como ninguém. Gostei bastante e recomendo a todos que também gostam deste gênero literário.

Obsessão – Rush
Páginas: 384 Editora: Novo Conceito Nota: ★★★★★


Resenha: Confie em Mim – Harlan Coben

Em 01.09.2016   Categoria: Livros, Resenhas

confie em mimHarlan Coben me conquistou por causa de seu personagem Myron Bolitar, mas em Confie em Mim não é ele quem vai correr atrás para descobrir o que está acontecendo. Neste, somos apresentados a personagens que não voltam a estrelar nenhum livro (mesmo que em Confie em Mim eu tenha encontrado alguns indícios que me levam a crer que as histórias de Harlan Coben sempre acontecem num mesmo ambiente).

Não sei como ele consegue colocar tantos personagens num livro só e dar conta de todos eles individualmente e como um todo. Personagens que pensamos que não podem vir a se cruzar, acabam todos sendo ligados por causa de um ou dois acontecimentos.

Como são muitos os personagens, fica super complicado tentar falar algo sobre o livro porque não há um principal, todos dividem as páginas como protagonistas, mas eis aqui uma tentativa, só para dar o gostinho a vocês:

Depois que Spencer comete suicídio, Adam, um adolescente filho de Tia e Mike Baye, começa a ficar cada vez mais fechado. Não se abre com seus pais, não conta sobre o que acontece com ele e fica apenas trancado em seu quarto. Por causa disso, Tia convence Mike a instalar um programa para espionar o que o filho faz no computador. Com tudo isso salvo em relatórios, eles começam a ter mais controle sobre o filho, mas o problema é que um dia, depois de receber um e-mail de DJ Huff falando sobre uma festa regada a drogas e álcool, Adam desaparece.

Betsy, a mãe de Spencer, encontra uma foto dele no dia de sua morte que a leva a se perguntar se o filho realmente se matou ou se havia mais alguém com ele na hora de sua morte.

Enquanto isso, duas mulheres são assassinadas. Uma tem o rosto desconfigurado, a outra desaparece misteriosamente, deixando apenas o carro estacionado na frente de um hotel, levando a polícia a acreditar que ela poderia estar tendo um caso.

Esses acontecimentos não parecem ter ligação alguma, então é aí que Coben começa a fazer várias coisas acontecerem, deixando sua cabeça dar um nó atrás do outro, tentando descobrir o que está acontecendo por trás de tudo isso, mas, surpresa: você não consegue! Pelo menos eu não consegui…

Em Confie em Mim, Harlan só me provou que sabe fazer o que faz. Que o faz bem, que conquista qualquer leitor fã de suspenses policiais. Eu fiquei totalmente louca com este livro. Nas últimas páginas, roí todas as minhas unhas sem saber o que poderia acontecer e também ao descobrir o que ele inventou para que tudo estivesse ligado. Harlan é o máximo!

Confie em Mim – Hold Tight
Páginas: 320 Editora: Arqueiro Nota: ★★★★★


Bienal Internacional do Livro 2016 – São Paulo

Em 25.08.2016   Categoria: Livros

A 24ª edição da Bienal Internacional do Livro acontecerá em São Paulo entre os dias 26 de Agosto (mais conhecido como amanhã rs) e 4 de Setembro. Novamente o local escolhido para sediar o evento foi o Pavilhão do Anhembi. Eu particularmente não sou muito fã deste local, porque ele é pequeno, abafado e acaba deixando o evento um caos.

bienal do livro 2016

A maior novidade deste ano é que as senhas para os autógrafos e palestras foram distribuídas online. Eu nunca consegui pegar nenhuma senha porque me recusava a chegar de madrugada e ficar em uma fila enorme com um monte de gente mal educada empurrando e tudo mais. Quando confirmaram a presença da Marian Keyes eu comecei a surtar e a pensar em um plano de como não me matar para conseguir a senha, mas tudo foi simplificado através do site e em 3 minutos eu já havia garantido a minha senha! Tanto para a Marian quanto para a Ava Dellaira – as duas no mesmo dia, então fiquei super feliz.

Esse ano, vide o momento atual do mundo literário, diversos youtubers estarão presentes – então prepare-se para o caos e muitos gritos, porém a grande maioria estará lá nos dias de semana (ufa!).

Para visualizar a lista completa de quem estará por lá, acesse a programação no site da Bienal.

Além desses eventos “fechados”, diversos autores ficam nos estandes das editoras boa parte do dia e sempre estão disponíveis para conversar, autografar os livros e tirar aquela foto de lembrança <3 Além disso, diversas editoras programam algumas atividades em seus estantes para chamar os visitantes. Fique de olho nas redes sociais das suas editoras e autores favoritos para não perder.

Compras:

É quase impossível sair de lá sem comprar ao menos um livro. Apesar de eu ter mais de 200 em casa não lidos, sempre tem aquele que eu quero muito no momento. Só cuidado para não sair comprando demais só porque todos os títulos estão ali saltando na sua frente: muitos livros são bem mais caros dentro das próprias editoras do que se você comprar online.
Normalmente eu monto uma lista dos títulos que eu mais quero e faço uma breve busca na média de valores para poder comparar com os valores que encontrarei por lá.

Comidas:

Sim, há quiosques que vendem comes e bebes, porém a fila é sempre gigantesca e os preços bem absurdos. Como eles permitem levar até água, faça lanchinhos, compre barrinhas de cereal e coisas práticas e vá se alimentando durante o dia. Quando sair de lá, faça uma refeição mais reforçada que é melhor.

Vestimentas:

Sempre falo isso, mas não custa repetir: vá com uma roupa muito confortável. Deixe o salto de lado, vá de tênis, ou qualquer outro calçado que te permita ficar bastante tempo em pé.
Prepare-se para passar muito calor, mas não esqueça de levar uma blusinha (mãe/vó sempre avisam isso, né?) – São Paulo passa pelas 4 estações em um só dia, então apesar de dentro do pavilhão ser extremamente quente, na hora que você sair, provavelmente terá um ventinho gelado e a blusa vai te cair muito bem.

Transportes:

Há diversas formas de ir até a Bienal. Desde o famigerado busão até de bicicleta.
Nas estações Portuguesa-Tietê (todos os dias) e Barra Funda (aos finais de semana), a própria organização disponibiliza ônibus na faixa de ida/volta ao Pavilhão uma hora antes do início do evento e até uma hora após o encerramento.
O pavilhão também possui estacionamento (de R$30 a R$70,00) e há diversos estacionamentos ao redor do Anhembi.
Você também pode ir até alguma estação de metrô/trem ou ponto de ônibus próximo e chamar um táxi/Uber para chegar até o pavilhão. A única coisa não muito segura é ficar andando por ali sozinho a pé, então não vacile e aproveite o tranporte gratuito!

Para informações completas, acesse a página Como Chegar.

Editoras:

Várias editoras estarão na Bienal para divulgar novos livros e autores, relançar livros já publicados ou para chamar cada vez mais leitores para as publicações delas.
Pegue um mapa na entrada da bienal para poder se organizar com as visitas aos estandes.

Os estandes que eu com certeza visitarei serão os da Editora Biruta, Intrínseca, Rocco, Leya, Grupo Editorial Record, Editora Globo, Arqueiro e The Walt Disney Company.

Informações Gerais da Bienal:

Quando: De 26 de Agosto a 4 de Setembro de 2016
Endereço: Av. Olavo Fontoura, 1.209 – Santana – SP (Pavilhão de Exposições do Anhembi)
Horários: 2ª-6ª: das 9h às 22h / Finais de semana: das 10h às 22h / 04 de Setembro*: das 10h às 21h

Para comprar seu ingresso antecipadamente, acesse o site da Tickets for Fun.


Página 1 de 9123456789