Categoria "Pessoal"

Retrospectiva de 2016 e Expectativas para 2017

Em 29.12.2016   Categoria: Pessoal

Já é final de dezembro, fala sério! Esse ano foi ainda pior que 2015, passou beeeem mais rápido, concordam? Estava lendo meu post de balanço do ano de 2015 e metas para 2016 e resolvi atualiza-lo da mesma forma.

No começo desse ano eu fiz um post com 16 coisas para fazer em 2016 e vou fazer um resumo rápido do que eu consegui concluir:

Completar mais um ano sem refrigerante – Consegui fácil! Sério, não passo vontade há um bom tempo e tenho conseguido substituir em todas as ocasiões por água ou suco.
Viajar para Monte Verde e Foz do Iguaçu somente eu e o Gui – Fomos para Monte Verde (até fiz post contando sobre aqui) <3
Trocar as lentes do óculos atual, fazer uma nova e um óculos de sol – Quase! Comprei a nova armação e troquei a atual – mas ainda não fiz as do óculos de sol…
Assistir Capitão America: Guerra Civil nos cinemas – Fui na pré estreia! E TIVE que fazer post sobre <3
Separar e doar todas as roupas necessárias 2 vezes no ano – Não foram todas ainda, mas fiz algumas doações ao longo do ano!
Aprender a coreografia oficial de Bang da Anitta Objetivo mais inútil do mundo, mas CONSEGUI! HAHAHA
Participar da Night Run Twist ou da Night Run Participei da Night Run Twist em São Caetano e de quebra ainda consegui “quebrar” meu recorde de tempo/pace de 5km :)

6 metas concluídas e 10 não, que horrível!

Algumas até entendo não ter cumprido, mas as que fico mais chateada são: emagrecimento, cadastro da medula óssea e de guardar dinheiro na poupança. Esse ano foi bem complicado por conta do MBA e do aumento dos preços em tudo, mas o bom é que tudo que precisei tirar durante o ano eu já consegui colocar de volta :D

O bom é que duas coisas que eu nem imaginava que aconteceriam este ano, aconteceram e foram os melhores momentos: fui pedida em casamento e viajei para a Inglaterra para acompanhar a turnê da minha banda favorita! Sério, eu não imaginaria que faria duas coisas tão maravilhosas em um mesmo ano! No geral, não dá para reclamar de 2016 não!

Infelizmente 2016 foi um ano de muitas perdas. Diversos desastres, ataques, mortes, escândalos políticos e tudo mais… Mas a vida segue e temos que ser fortes sempre para continuar e torcer pelo melhor nos anos seguintes, não é mesmo?

Bem, depois do “balanço” de 2016 é hora de descrever as minhas expectativas para 2017. Vamos lá:

Emagrecer: É, migos, de novo. Nem vou comentar nada a mais…

Diploma do MBA: Teoricamente termino o MBA em junho e pretendo não repetir/pegar dp em nada até lá para sair com o meu diploma no meio do ano!

Emprego novo/cargo novo: Eu gostaria de mudar de empresa, mas sei que o mercado não está bom, então aceito mudar de cargo na minha mesmo.

Organizar todos os livros e catalogá-los: Quero tentar fazer isso ainda nas minhas férias. Preciso atualizar a minha planilha, desapegar do precisar e etc. 

Planejar o casamento: Eu não pretendo casar em 2017, mas o planejamento já tem que começar (porque queremos para 2018 ou 19). Preciso parar de salvar coisas no Pinterest e realmente ir atrás delas.

Continuar sem refrigerante: Não acho que será difícil, mas nunca se sabe sobre os desafios da vida, né? haha Vamos tentar completar 3 anos sem!

Parar de procrastinar: Sei que é difícil, mas é um dos meus maiores objetivos para este novo – em todas as áreas, desde o blog ao meu armário e ao meu trabalho. 
Tenho mais alguns objetivos, mas vou deixar para falar deles mais especificamente mais pra frente :)

Que a virada de ano de todas seja maravilhosa e que 2017 possa ser melhor que 2016!


Quando crescer para de ser tão legal…

Em 28.03.2016   Categoria: Pessoal

Quando você tem uns 12/13 anos, não vê a hora de fazer 15. Aí você tem aquela festa dos sonhos (no caso das meninas) e no final dela já está contando os dias que faltam para completar 18 anos. Aí você faz 18 e nada muda. “Uau, você pode beber e dirigir!” – grandes responsabilidades. Você anseia pelos 21, só para dizer que é “maior de idade” no mundo inteiro. Mas é quando você bate 1/4 de século que começa a ver o quanto você passou só desejando ficar mais velho e não fez nada que realmente fizesse com que você ficasse mais velho.

Sua mentalidade acaba sendo a mesma dos 15/18 anos, só a metade dos seus amigos casaram e/ou têm filhos, poucos estão bem sucedidos, nem todos seguiram aquilo que tanto almejavam quando pequenos e aqui estamos nós: trabalhando para viver e pagar contas, ter como assistir ao show da banda favorita ou ir à estreia de um filme no cinema, para comprar roupas, guardando dinheiro para ter a casa própria, conhecer algum país legal e etc. Acordamos cedo pra caramba, arranjamos tempo de ir à academia, estudar, sair com os amigos e até namorar. Aí bate aquela crise e você para tudo para se perguntar: tudo isso vale a pena? Todo o stress, as poucas horas dormidas, os chocolates para amenizar a pressão, os olhares tortos, as broncas do chefe, a falta de reconhecimento, a falta de atenção à família, amigos e namorado e etc etc etc…?


Imagem via: Pexels

Eu sempre tento dar o meu melhor em tudo o que eu faço, mas não tem sido muito fácil. Tenho acordado super cedo para chegar antes de todos no trabalho, saído praticamente por último para resolver os problemas e deixar o mínimo para o dia seguinte; não tenho comido direito, nem ido à academia e quando deito para dormir, minha cabeça está a milhão e não consigo pegar no sono. Acordo durante a noite lembrando de problemas, ligo o notebook e escrevo tudo para não esquecer no dia seguinte. Isso tem acontecido só há 10 dias, mas parece que já se passaram meses.

Estou extremamente esgotada e me sentindo impotente. Eu faço de tudo, mas as pessoas ao meu redor não. Parece que só eu tenho vontade de entregar os projetos nas datas acordadas e é nessas horas que eu paro para pensar se vale a pena. Vale a pena me esforçar tanto só para entregar um projeto que a empresa tanto quer, mas que nem todos os envolvidos estão com a mesma vontade de entregar? Vale a pena me matar para no final não ser nem um pouco reconhecida e, ainda por cima, se atrasar minutos, vou levar a bronca do século? Vale a pena ficar infeliz só porque no final do mês vou receber uma graninha que não vai durar uma semana?

numbers-money-calculating-calculation
Imagem via: Pexels

Eu sinceramente não sei mais o que fazer… Não quero sair do meu trabalho porque tenho medo de não conseguir outro… Eu gosto do que faço, mas não no ritmo que está sendo feito. Eu estou investindo uma puta grana, esforço e tempo para fazer um MBA super legal, mas que está consumindo minhas energias de um dos únicos dias que tenho para descansar (sábado) e ainda falta um ano inteiro para terminar. Eu quero ter uma casa, casar e ter filhos logo, mas não consigo ser independente financeiramente ainda e não sei quanto tempo mais vai demorar para eu realizar meus sonhos. É uma droga pensar que por causa de dinheiro você não possa ser tudo que você queria. Que todo o seu esforço no final do mês não vale praticamente nada, mas que você não pode ficar sem senão será pior ainda…

Crescer era para ser um pouco mais legal do que tem sido… Mas não é bem assim. As responsabilidades aumentam, os problemas aumentam e as horas de sono diminuem. Eu, que nunca liguei muito para dormir, hoje troco até meu almoço por um cochilo no sofá. Troco um final de semana saindo com os amigos para passar a tarde inteira na cama. E não sou só eu, são várias pessoas ao meu redor e isso é muito triste… Fico pensando onde vamos parar? Um dia vai todo mundo ficar louco e explodir? Largar tudo do jeito que está e simplesmente desistir?

pen-idea-bulb-paper
Imagem via: Pexels

Eu queria dizer que arranjei tempo para fazer tudo que eu preciso: academia, estudar, ler, assistir seriados, montar posts para o blog e tudo mais, mas ainda não cheguei lá. Quem sabe um dia as coisas não se acalmem e eu consiga voltar a gostar mais do meu trabalho? No momento só queria trabalhar as horas que eu deveria e não mais de 12… Se só isso acontecer, metade da rotina volta ao normal e quem sabe eu não consiga voltar a atualizar as coisas por aqui? Por enquanto ficarei ausente mesmo, focando no que preciso… E quando tiver alguns minutinhos de folga como agora, volto a escrever pra cá e ver como vocês estão. Por ora é isso aí.


16 Coisas para fazer em 2016

Em 08.02.2016   Categoria: Pessoal

Falei no post de Metas para 2016 que depois eu escreveria algo mais detalhado sobre minhas expectativas desse ano e aqui está. Seguindo o mesmo estilo do post que fiz ano passado com 15 coisas para 2015, separei 16 para esse ano.

16coisaspara2016
Imagem via: Dinheirama

Na última conversa com a minha psicóloga no ano passado, eu li o post do começo do ano para fazer o balanço do que consegui cumprir e o que não – e ela me ensinou a como definir melhor os objetivos a fim de cumpri-los mais facilmente. Então, aí vai:

1. Emagrecer ou: Chegar aos 70kg

Eu já comecei o ano bem por ter emagrecido 5kg nos 17 dias que passei no SPA, mas não posso desanimar agora que estou “aqui fora” e as coisas ficam mais difíceis. Ainda tenho ideia de voltar com o projeto “Menos 26 aos 26” e para isso trabalharei com a minha psicóloga, seguirei a dieta da nutricionista do SPA e ficarei mais ativa no outro blog, o Não Vale Desistir.

maca
Imagem via: Pexels

Definindo bem o objetivo: Emagrecer 75g por dia útil!

2. Voltar à academia ou: Fazer exercícios 4 vezes por semana

Voltar à academia é algo muito vago, então estipulei fazer exercícios pelo menos 4 vezes por semana (se der mais, ótimo! Só não pode ser menos), seja na academia, na rua, em casa, no Xbox Kinect (aka Just Dance), trocando o elevador pela escada ou numa festa… O importante é se mexer pro objetivo 1 também ser concluído!

amarrandotenis
Imagem via: Pexels

Definindo bem o objetivo: Deixar as desculpas de lado e se exercitar nem que seja subindo a escada do prédio!

3. Não tomar refrigerante ou: Completar mais um ano sem refrigerante

Não foi nada fácil e eu juro que não acreditava que ia conseguir concluir essa meta! Consegui ficar 1 ano sem refrigerante e me fez muito bem. Não que eu tenha necessariamente emagrecido, mas com certeza fiz menos mal ao meu corpo do que poderia ter feito se ainda estivesse tomando… Continuo sem tomar e quero tentar completar 2 anos sem esse veneno!

refrigerante
Imagem via: Pexels

Definindo bem o objetivo: Não tomar refrigerante até (ou além) o dia 1º de Janeiro de 2017.

continue lendo

Página 2 de 15123456... 15Próximo
MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Seleção de Livros! Clique e confira.