Categoria "Pessoal"

15 Coisas para fazer em 2015

Em 28.01.2015   Categoria: Pessoal

Eu sei que está praticamente no final do mês e estou fazendo post de “promessas” só agora. Mas antes tarde do que nunca, não é?

Um dos memes desse mês do Rotaroots é listar 15 coisas para fazer em 2015 e resolvi entrar nessa.

metas2015

Tentei listar 15 coisas possíveis de serem feitas para eu não ficar decepcionada no final do ano por não ter cumprido nada. Então, aí vai:

1. Emagrecer

Mas é óbvio que esse item entra na lista, de novo. É um projeto pra vida, que precisa ser cumprido até o final desse ano antes que seja tarde demais.

2. Entrar na pós graduação

Esse item eu coloquei de pirraça, porque é meta para o ano, mas eu já me matriculei no curso. Então sim, eu dei uma roubadinha, mas não tinha como não listar aqui!

3. Participar de uma corrida de rua

Nem que eu chegue em último lugar, esse ano quero me inscrever em algumas corridas de rua para ver como é – e espero gostar para poder ir em todas!

4. Fazer um curso de auto maquiagem

Apesar de eu ser a pessoa que mais detesta maquiagem no mundo, tem dias que dá vontade de fazer aquela make básica para ir ao trabalho, shopping e etc. Mas pra isso eu preciso de um curso básico e pretendo fazê-lo ainda esse ano.

continue lendo

Wishlist 2 em 1: Aniversário e Natal

Em 01.12.2014   Categoria: Eu Quero!, Pessoal

Como eu não tive tempo para montar um post mais decente para tirar o pó do blog, resolvi montar uma wishlist 2 em 1, já que estou acostumada a ganhar só um presente por ter nascido um pouco antes do natal (dia 22, mais exatamente).

Não tem nada muito UAU, mas aí vai:

wishlistdezembro2014

1- Berloques

Na Black Friday acabei comprando 3 berloques no site da Vivara, mas ainda fiquei com vontade desses outros três <3 Resolvi investir um pouco na minha Life porque ultimamente tem sido meu único acessório rs

2- Funkp Pop

Cada dia mais esses bonequinhos têm virado item de coleção. Eu procuro o Peter Pan há ANOS e nunca abaixa o preço (normalmente entre 30, 40 dólares), então resolvi adicionar mais dois para ver se pelo menos um deles eu consigo.

3- Mala de rodinhas para notebook

Com essa nova vida de trabalhadora “de verdade”, ficar carregando o notebook da empresa nas costas pra lá e pra cá não está dando muito certo (vide minha mochila rasgada em 2 meses). Uma de rodinha facilitaria muito a minha vida de ônibus/metrô.

4- Óculos de grau Tiffany

Não, eu NÃO sou dessas frescas, mas quando eu estava provando óculos e a moça me deu esse aí da Tiffany, eu fiquei apaixonada! Mas o preço não é muito acessível (nem nos EUA!), então me contentei com outro. Porém ainda está na minha lista <3


E é isso. Não ando querendo muitas coisas ultimamente… Estou preferindo usar meu $$ pra colocar na poupança e para ir em shows. Claro que minha lista de livros desejados sempre está atualizada e livro nunca é demais, mas tirando isso e o que tem no post, o que quero mesmo é um apartamento e um carro novo, MAS NÉ haha

PS: Aceito presentes via correio, fikdik!


Sobre trabalhar na cidade grande

Em 15.10.2014   Categoria: Pessoal

Lembram daquele desenho, “Sheep na cidade grande”? Pois bem, há 1 mês minha rotina mudou quase que drasticamente e eu virei uma ovelhinha do interior tentando me virar na cidade grande.

Ok, isso foi um tanto quanto dramático e exagerado, mas é um jeito de explicar sobre esse último mês e tudo o que aconteceu de diferente.

Dia 15 de Outubro mudei de área na empresa em que eu trabalho. Até aí, nada de muito uau. O problema é que eu precisaria sair do meu cantinho em São Bernardo para ir trabalhar na pqp em São Paulo. Foram 5 anos e 5 meses indo para um prédio bem pertinho de casa (10 minutos de carro), sentando na mesma mesa, vendo as mesmas pessoas, almoçando nos mesmo lugares, aprendendo coisas novas, reforçando outras e vivendo um dia após o outro. Aí eu saí da área de Tecnologia e fui para a de Projetos, em outro prédio, com outras pessoas, almoçando em outros lugares super caros, aprendendo muita coisa e, o mais importante: a 2 horas de casa.

Não vou dizer que não estava ansiosa/animada/assustada para a mudança, porque seria mentira. Mas eu confesso que achava que seria um pouco mais fácil de me adaptar – e não está sendo nada disso. Sinceramente, o maior problema é a distância. Eu não fico todos os dias no prédio de Santo Amaro, na verdade, estou ficando mais no centro do que lá, mas mesmo assim preciso pegar transporte público e essa é a parte mais cansativa.

Sair de casa, andar até o ponto de ônibus, ficar em pé até o terminal para pegar o metrô/ficar em pé até pegar o outro ônibus, andar mais um pouquinho e repetir tudo isso na hora de voltar pra casa cansa muito, muito mesmo. O trabalho em si também é um pouco cansativo, principalmente agora no início que ainda estou aprendendo muita coisa, mas acho que o que pega é o deslocamento. Logo me acostumo, eu sei, mas no momento só consigo pensar na minha cama e em dormir, dormir e dormir. Pois é.

Aproveitando o gancho, essa é a razão pela falta de posts (até que nem taaanta assim, mas poderia estar melhor, né?) e falta de retorno de comentários/visitas nos blogs de vocês. Eu simplesmente não tenho mais tempinho nenhum para isso no horário de trabalho e quando chego em casa o que eu menos quero é ver a tela do meu computador. Vocês entendem, não é? Então, até eu me organizar e me acostumar com essa rotina doida, eu volto a visitar todos e a fazer posts legais :) Ok?

Bem, queria só fazer uma conclusão: após um mês pegando transporte público quase todos os dias, eu consegui chegar à conclusão que o problema são as pessoas. Exatamente minha gente! O transporte em São Paulo não é ruim, não é caro, não está caindo aos pedaços e não é tao cheio assim (salvo alguns dias de atraso no metrô e etc, mas não é nada insuportável não!).

O problema são os usuários, a ignorância que reina na maioria deles e a falta de desodorante. É uma pressa sem fim e uma falta de educação desnecessária que eu sinceramente fico sem palavras. Sem contar a total falta de interação, né? Cada um no seu celular, livro, fone e etc. Ninguém olha pra ninguém e a vida segue. Bem, eu é que não vou mudar isso, ainda estou aprendendo a lidar com a cidade grande e seus costumes.

Mas são novas experiências, sei que será ótimo para a minha carreira e quem sabe eu não me encontro aqui e consigo seguir os meus planos do futuro? Sei que é cansativo trabalhar em São Paulo, mas é uma outra perspectiva do mundo. E olha que eu nem mudei de empresa, só de área e mesmo assim está sendo outra coisa pra mim. Estou gostando, at least :)


Página 4 de 151 ...12345678... 15Próximo
MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Seleção de Livros! Clique e confira.