Resenha: Três coisas sobre você – Julie Buxbaum

Em 16.02.2017   Categoria: Resenhas

três coisas sobre você Após ler mil e uma resenhas desse livro, baixado no Kindle e tentado começar diversas vezes, finalmente li Três coisas sobre você. Foi o meu primeiro livro lido em 2017 e não poderia ter pedido por uma história mais leve para iniciar a leitura do ano.

Conhecemos Jessie Holmes, uma garota de 16 anos que perdeu a sua mãe para o câncer há 735 dias e, como se isso não fosse muita coisa, precisa lidar com a mudança de cidade, casa e escola. Seu pai se casou com Rachel, uma pessoa muito rica e resolveu que seria uma boa ideia se mudarem para a casa dela em Los Angeles. O que Jessie não esperava era encontrar uma mansão, Theo, seu novo “irmão” que não poderia ser mais indiferente com a existência dela e Wood Valley, a escola lotada de “filhinhos de papai” e meninas maldosas que ela começaria a frequentar.

Além de tudo não é nada fácil ficar longe de sua melhor amiga, Scarlet, principalmente quando Jessie começa a sofrer bullying por aquele típico grupinho de “meninas malvadas” e não tem a quem recorrer para pedir um pouco de ajuda. Até que um e-mail surge em sua caixa de entrada de um tal de “Alguém Ninguém” (AN). Ele aparece para dar algumas dicas de sobrevivência na Wood Valley à Jessie, como quem evitar, com quem falar e etc.

É por meio dessas dicas que Jessie tenta iniciar uma amizade com Adriana – que dá super certo e, para complementar o grupinho, torna-se amiga também de Agnes – e, juntas, conseguem fazer com que Jessie enfrente melhor um dia após o outro. Além das duas Jessie consegue um emprego em uma livraria pequena da cidade (Atenção, Lombadas!) e divide alguns horários com Liam, o filho da dona da livraria, parte da banda da escola e paixão platônica de Dri.

Além de Liam, Jessie começa a ter contato com Ethan por conta de um trabalho em dupla que a professora fez questão de passar e coloca-la com ele. Não que Ethan seja uma pessoa ruim, o problema é que ele é super popular, todas as garotas babam por ele e sequer um olhar amigável foi trocado entre os dois. Mas Jessie insiste em tentar quebrar o gelo e acaba descobrindo uma pessoa muita divertida e ótima companhia para os cafés no período da tarde.

Jessie divide seus dias entre a realidade e o mundo virtual com a troca de mensagens com AN e tenta lidar com a curiosidade de saber quem é essa pessoa misteriosa. Como ele insiste em não se encontrarem, começam a ficar mais íntimos através da brincadeira “três coisas”, em que trocam três curiosidades sobre eles para o outro. Mas uma hora esse mistério todo precisa acabar, né?

“AN: vou lhe dizer mais três coisas:
(1) gosto de música, livros e videogames mais do que de pessoas. elas me deixam sem jeito.
(2) quando era pequeno, eu dormia com um cobertor que eu chamava… espera aí… de Cobertor, e tudo bem, ótimo, eu durmo com ele até hoje.
(3) há um ano eu era uma pessoa totalmente diferente.

Torna-se bem óbvio quem está por trás desse “codinome”, porém a forma que descobrimos juntos com Jessie é bem engraçada e deu um ar mais divertido para a revelação do que um simples encontro “às escuras”. É bem legal acompanhar o crescimento da personagem e a construção do enredo ao redor dela. Aquelas crises e problemas de adolescente são bem retratados e a leitura segue bem leve durante o livro todo.

Este livro não é para todos, mas se você tiver entre 14 e 17 anos, acho que gostará bastante do que irá encontrar pelas páginas. Eu mesma gostei (com 26 anos haha) e recomendo se você estiver procurando algo bem leve para ler de uma só vez.

Três coisas sobre você – Tell me three things
Páginas: 288 Editora: Arqueiro Nota: ★★★★☆


TV Show Time: A rede social para todo seriador

Em 13.02.2017   Categoria: Dicas, TV

Já pensou em manter uma rede social na qual você pode, além de fazer amigos, marcar todos os seriados que assiste? Melhor ainda! Já pensou em poder marcar todos os episódios de todos os seriados a que você assiste, ao mesmo tempo em que pode comentar sobre eles, sem medo de ler ou dar algum spoiler?

Já faz anos que faço parte do TV Show Time: uma rede social voltada para todo grande fã de seriados, e confesso que não consigo me imaginar organizando a minha infinita lista de episódios para assistir se não fosse pelo TVST.

Já havia utilizado o Orangotag por um tempo, mas como ele mais ficava fora do ar do que funcionava, passei a ter medo de perder todo o controle das coisas que eu assistia e migrei (por um breve momento) para o Banco de Séries, até que encontrei e me encantei pelo TV Show Time.

tv show time

O site é muito tranquilo para utilizar (além de você também poder utilizá-lo por meio de aplicativo disponível para iOS e para Android), e a minha ideia é falar sobre as funções que ele mostra no menu à esquerda da imagem acima.

Em Calendar, o TVST te mostra quais episódios vão estrear em qual dia. Ao utilizar ao calendário, você também pode saber quando saiu qual episódio de qual série (daquelas que você marca que acompanha). Você pode até mesmo procurar o que foi lançado no dia do seu nascimento (pois é, eu procurei o que tinha saído em 19 de junho de 1991, me julguem).

Upcoming te mostra basicamente quantos dias faltam para aquela série com a qual você já está em dia voltar a te incomodar, a te fazer roer as unhas e a te deixar louco enquanto não a recoloca em dia. No momento, o meu tem me mostrado a terceira temporada de Broachurch, a décima de Doctor Who, a segunda de Sense8, e a segunda de Stranger Things. É pra tirar qualquer um do sério aquela contagem regressiva, concordam?

A aba To Watch te mostra os seriados com os quais você ainda não está em dia. Também é mais uma forma de te manter louco pra completar aquela barrinha verde que fica abaixo das fotos das séries, para enfim te mostrar que você já a finalizou. É uma corrida que você não consegue terminar, conheço bem a dificuldade…

Pois bem, Feed é onde entra a parte de rede social do site. É nesta aba (que nem posso colocar um print devido ao fato de ali morar o perigo chamado spoiler) em que você lê os comentários dos seus amigos a respeito de episódios que vocês assistiram em comum.

O site te dá a opção de fazer comentários, utilizando até mesmo memes e cenas dos episódios assistidos. Esses comentários que você faz podem ser curtidos por seus amigos e por outras pessoas que também assistiram a tais episódios, além de poder haver uma discussão abaixo deles, já que as pessoas podem comentar aquilo que você comenta.

Profile é auto explicativo, portanto pulo essa parte pra falar da aba Explore, que basicamente te dá dicas de novos seriados para você acrescentar nessa sua lista sem fim.

Portanto, meus queridos e minhas queridas, se você ainda não conhece o TV Show Time, acesse o site (ou baixe o aplicativo), faça seu cadastro (pode ser por login no Facebook), procure meu perfil e me siga por lá, e venha marcar tudo aquilo que assiste e conhecer todas as outras coisas escondidas nesta rede social que vai te deixar, com toda certeza, ainda mais fascinado pelo mundo dos seriados.


Resenha: Simplesmente Ana – Marina Carvalho

Em 09.02.2017   Categoria: Resenhas

Simplesmente Ana é o primeiro livro de Marina Carvalho. Foi este livro que fez com que vários leitores percebessem que queriam ler qualquer outra coisa que a autora escrevesse. Eu me senti assim, apesar de ter lido anteriormente Ela é uma Fera!, Marina Carvalho me conquistou por causa de sua narrativa fácil e envolvente, característica que observei nas duas obras.

Simplesmente Ana tem uma história bem parecida com a de O Diário da Princesa, mas mesmo tendo todas as suas semelhanças, não te deixa com vontade de largar o livro. Pelo contrário: só te deixa com ainda mais vontade de ler e descobrir o que pode acontecer na história.

Ana está na faculdade de Direito e mora em BH com a mãe. Certo dia ela recebe uma mensagem de um homem no seu Facebook dizendo que acha que ele é o seu pai. Essa mensagem está em inglês e a deixa intrigada, então ela resolve responder. Essa resposta vai ser capaz de mudar toda a sua história: passado, presente e futuro.

Ana é filha do rei da Krósvia. E é para este país que ela vai, para conhecer seu povo, sua casa, seus costumes, sua família. É para lá que ela vai para se tornar princesa. Apesar de ter um relacionamento no Brasil, com Arthur, a garota não se deixa ficar presa por aqui por causa disso. Conversa com ele e eles entram num consenso de que só resolveriam a situação do relacionamento quando ela voltasse. Eles não estavam namorando mesmo, apenas se conhecendo. A atitude e a fala de Arthur me fizeram pensar que ele pudesse ser um cara legal, mas depois que Ana chega na Krósvia… Ele para de dar atenção.

É por causa desta atenção não recebida de Arthur que Ana acaba se envolvendo um pouco mais que o necessário com Alex. Alex é filho da mulher que foi esposa do pai de Ana. Eles são irmãos por causa disso, mesmo que não tenham o mesmo sangue. Mas Alex é lindo, inteligente… E mesmo que desconfie que Ana tenha inventado essa história de ser filha do rei, ainda é a personificação de Jared Padalecki, o Sam de Supernatural e o Dean de Gilmore Girls (por mais que eu, como leitora, só consiga enxergá-lo como Sean Faris por causa da linda pinta acima da boca).

Eu me apaixonei por todos os detalhes da história. Fiquei louca com todos os personagens, fiquei sonhando com a Krósvia e com tudo o que acontecia com Ana. A personagem me conquistou e Marina Carvalho ganhou meu coração de leitora, me deixando ainda mais curiosa pelo que vem pela frente. E por mais que este livro termine bem fechadinho, tenho certeza de que Marina vai fazer algo ainda mais interessante no segundo, deixando todas nós, fãs deste livro, louquinhas por mais Alex, por mais Ana e por mais Krósvia!

Simplesmente Ana
Páginas: 304 Editora: Novo Conceito Nota: ★★★★★


Página 4 de 2831 ...12345678... 283Próximo