La La Land – Cantando Estações: o filme/musical do momento

Em 30.01.2017   Categoria: Filmes

Há uma semana eu ainda estava de férias #saudade e aproveitei para ir ao cinema em um horário aleatório na segunda feira a fim de não pegar muito cheio e sem gente sem noção (quase deu certo).

Primeiramente precisarei abrir um parênteses: eu tenho um azar em locais divididos com outras pessoas que é de outra dimensão. Quem convive comigo sabe muito bem: quando não tem a opção de escolher os lugares da última fileira no cinema, eu sempre vou sentar na frente de alguém que fique me chutando; em shows eu sempre vou ficar perto de alguém que me empurre, não cale a boca ou qualquer outra coisa que me irrite e me faça brigar; eu sempre pego ou pessoas lentas ou caixas com problemas em supermercados/farmácias, etc.

Sim, é um saco, mas eu queria muito assistir a esse filme e por isso escolhi um horário aleatório. Bem, não deu muito certo porque, infelizmente, tinha um casal de adolescentes que não calou a boca o filme inteiro – o lado bom é que tinha um carinha próximo a mim que ficou mandando os dois ficarem quietos o filme inteiro – então me poupou um pouco de ficar fazendo “shiu” haha. Fica um recado: se você for sair pela primeira vez com uma pessoa, por favor, não vá ao cinema para “se conhecer melhor”. Pode ser difícil acreditar, mas tem gente ali que realmente vai para assistir ao filme.

DE QUALQUER FORMA, deu para assistir ao filme e entender o porquê de ter ganho tantos Globos de Ouro e ter tantas indicações para o Oscar (mais precisamente 14, igualando-se ao Titanic!) – e me vi na obrigação de contar para vocês sobre ele para que possam correr para o cinema e assistir antes do Oscar (será dia 26 de fevereiro)!

la la land - awards
Imagem via: Red Carpet Crash

Para dar aquela introdução básica sobre o enredo do filme: La La Land é um musical que conta a história de Sebastian (Ryan Gosling), um pianista que sonha em abrir seu próprio clube de jazz, e de Mia (Emma Stone), aspirante a atriz que não dá sorte em seus testes e audições. Os dois estão buscando seu próprio espaço em uma cidade super competitiva (Los Angeles, obviamente) e, com isso, enfrentando dificuldades para ficarem juntos.

O diretor (e roteirista) do longa é o novato Damien Chazelle (Whiplash). A intuição de Damien era fazer uma homenagem aos grandes musicais do passado – e conseguiu com sucesso. Além de toda a cantoria, as coreografias são fantásticas e são assinadas por ninguém menos que Mandy Moore. Apesar de toda essa homenagem a clássicos e remontagem de cenas, o filme se passa na atualidade – porém com um toque a mais de fantasia.

Mas vamos começar do começo: Mia e Sebastian se esbarram diversas vezes – tipo aquelas coisas loucas de “destino”, sabe? Mas demora alguns esbarrões para eles darem uma chance ao sentimento que pode estar nascendo ali. O filme é dividido em quatro segmentos que representam as estações do ano e é aqui que vem o destaque para a fotografia: ela consegue ser maravilhosa nas quatro estações.

continue lendo


Resenha: Até eu te Encontrar – Graciela Mayrink

Em 26.01.2017   Categoria: Resenhas

até eu te encontrar Até eu te Encontrar é o livro de estreia da Graciela Mayrink. Eu já havia lido o livro anteriormente, mas depois do lançamento dele pela Editora Novo Conceito, não resisti. Precisei reler a história de Flávia e Luigi.

Flávia se muda para Viçosa para estudar na UFV e, lá, começa a descobrir muitas coisas sobre seu passado e sobre sua família. Por ter perdido os pais bem nova, foi criada pelos tios, portanto, apesar de saber quem são seus pais, não sabe nem metade da história que envolve a sua mãe. E é em Viçosa, ao conhecer sua vizinha, Sônia, que começa a desvendar um pouquinho desses mistérios.

Flávia faz vários amigos, mora sozinha, sai bastante com as pessoas que acaba conhecendo nessa nova cidade e vê sua vida virando de pernas pro ar.

O que eu acho super interessante em Até eu te Encontrar é o fato de Graciela colocar vários personagens na história e saber trabalhar com todos eles, dando a devida importância para cada um e explicando tudo sobre eles, sem deixar pontas soltas ao final da leitura. O ambiente universitário brasileiro também é mostrado de forma fiel (já que Graciela foi aluna da Universidade Federal de Viçosa), o que é um grande diferencial na história.

Ao começar a reler, também consegui tirar uma conclusão: sem saber o que era new adult, Graciela construiu um livro que se enquadra direitinho neste gênero. Flávia, ao entrar na Universidade, passa a descobrir quem ela é e passa a entender um pouco mais sobre sua vida, o que são características fortes em romances new adults.

Eu sou simplesmente apaixonada pela história de Até eu te encontrar. Graciela fez com que cada personagem entrasse na hora correta da história. Felipe, Lauren, Gustavo, Sônia, Carla, Luigi e vários outros, aparecem exatamente no momento em que precisam aparecer e assim constroem esta história.

Amo este livro e não há maneira melhor para terminar esta resenha a não ser dizendo que vocês também precisam ler e ficar assim, louquinhos por Até eu te Encontrar.

Páginas: 384 Editora: Novo Conceito Nota: ★★★★★


17 Coisas para fazer e ser em 2017

Em 12.01.2017   Categoria: Pessoal

Primeiramente preciso desejar um ÓTIMO 2017 a todos! Este é o primeiro post do ano pois estava (estou) viajando e ainda não tinha conseguido sentar para escrever algo. Espero que a virada de ano de vocês tenha sido ótima (a minha foi mágica!) e que este ano já esteja sendo um pouquinho melhor do que 2016 :)

Comentei no post de retrospectiva de 2016 e expectativas para 2017 que eu detalharia melhor essas “metas” para este ano. Seguindo a mesma coisa que fiz ano passado e em 2015, separei 17 coisas para fazer e ser em 2017.

2017
Imagem via: Blog do Maestro Billy

1. Emagrecer ou: Chegar aos 70kg

DE NOVO e espero que seja a última vez que isso entre para a minha lista… Preciso emagrecer porque já não estou mais me sentindo bem comigo mesma E preciso iniciar o “programa casamento” e, obviamente que não vou casar desse jeito, né?

maçã
Imagem via: Pexels

2. Voltar à academia ou: Fazer exercícios 3 vezes por semana

Ano passado fui bem mais ou menos à academia e preciso melhorar bastante. Quero tentar participar mais das aulas de zumba e tentar frequentar alguma aula nova (ainda mais se aceitarem minha sugestão de aulas de boxe).

amarrandotenis
Imagem via: Pexels

3. Não tomar refrigerante ou: Completar mais um ano sem refrigerante

Já completei DOIS ANOS sem esse veneno e agora quero completar o 3º. Tem sido bem mais fácil agora e já não passo tanta vontade quanto passei no primeiro ano.

refrigerante
Imagem via: Pexels

continue lendo

Página 7 de 284«1 ...34567891011... 284Próximo