Para Assistir nas Telonas: Capitão América 3: Guerra Civil

Em 16.05.2016   Categoria: Filmes

Apesar de eu ter ido à pré estreia desse filme maravilhoso, eu enrolei um pouco para fazer essa “crítica” porque queria assistir novamente antes… Fui na quarta-feira (11) e consegui prestar atenção em detalhes que na primeira vez não percebi, já que a ansiedade e animação eram maiores que a concentração haha

Captain America Civil War
Imagem via: Disney Tourist Blog

Capitão América 3: Guerra Civil é mais uma obra prima da Marvel e até o momento o meu filme favorito de super herói. É óbvio que o Capitão América ser o meu herói favorito ajudou muito nessa “eleição”, mas vamos ao que importa…

Para contextualizar aqueles que não conhecem a história toda: Capitão América 3 não é a continuação perfeita de Capitão América 2 e sim de Vingadores: A Era de Ultron (o 2º filme da série). Um dos pontos positivos da Marvel (na minha opinião) é esse intercalado de histórias, que quase te obrigam a ter assistido todos os filmes lançados para compreender o universo todo. Então, se você não assistiu Vingadores 2, não vá ainda ao cinema, pois você vai perder diversas informações (inclusive não saberá o objetivo de algumas personagens que têm sua primeira aparição somente em Vingadores).

Apesar de eu nunca ter lido as histórias em quadrinhos da Marvel (um ponto que quero mudar assim que terminar meu MBA haha), pesquisei bastante sobre a Guerra Civil antes de ir à pré estreia. Não podia sentar ao lado de pessoas viciadas no universo todo sem ao menos saber um pouco do que apareceria na tela. Algumas coisas não foram totalmente fieis aos quadrinhos, mas acredito que para realizar uma adaptação cinematográfica, alguns pontos têm que ficar pra trás ou simplesmente serem interpretados de uma maneira diferente. Sempre que há uma adaptação para o cinema aparecem modificações.

Tudo começa em Lagos, uma cidade da Nigéria em que o Capitão América/Steve Rogers (Chris Evans) conseguiu rastrear a presença de Ossos Cruzados/Brock Rumlow (Frank Grillo) e levou alguns dos Vingadores para ajudar a caçá-lo e descobrir o que ele quer na cidade. Durante a perseguição toda, Rumlow e Rogers se enfrentam e Rumlow aproveita para comentar sobre Bucky, o velho amigo do Steve, e faz com que ele perca a concentração e não perceba que ele tem um explosivo em sua armadura… Para evitar que os dois explodam juntos, a Feiticeira Escarlate/Wanda Maximoff (Elizabeth Olsen) tenta conter a explosão e joga Rumlow para o alto, mas acaba acertando um prédio que possuía pessoas dentro…

Com esse evento, o rei de Wakanda, T’Chaka (John Kani), faz um pronunciamento sobre o ocorrido e menciona que os Vingadores não podem continuar agindo sem supervisão… É aí que Tony Stark/Homem de Ferro (Robert Downey Jr.) aparece no QG dos Vingadores com a companhia do Secretário do Estado para propor a assinatura do Tratado de Sokovia, que tem como objetivo colocar as ações dos Vingadores sob o controle da ONU, que será quem decidirá onde, quando e como eles devem agir.

Obviamente é assim que se dá a divisão de lados entre Steve e Tony, já que eles não têm a mesma opinião… Com os “times” divididos entre a favor e contra o Tratado, é durante um ataque à conferência da assinatura oficial da lei que a batalha tem início: o acusado de ter realizado o ataque é ninguém mais, ninguém menos que o Soldado Invernal/Bucky Barnes (Sebastian Stan). Com o intuito do governo de encontrá-lo para finalmente prendê-lo, Steve fará de tudo para defender o amigo e entender o que realmente aconteceu, já que acredita que seja apenas um engano…

 

Durante a perseguição de Bucky, mais uma personagem é apresentada: Pantera Negra! Com a morte do pai/rei T’Chaka, T’Challa quer se vingar de Bucky mais do que ninguém e enfrenta o Capitão e o Falcão para tal. Porém eles não conseguem sucesso nem na captura nem na defesa e são “pegos” pela Máquina de Combate/James Rhodes (Don Cheadle), dados como criminosos (sob o Tratado de Sokovia) e é aí que a história fica mais quente, mas sem entendermos bem quem é o vilão de tudo (além do governo, talvez).

É então que o real vilão da história aparece. Zemo (Daniel Brühl) não tem uma participação tão grande quanto deveria e esse é o único ponto negativo do filme, mas acaba não atrapalhando a trama de forma geral. Ele planeja algo grandioso desde o início do filme, mas não fica muito claro até que ele encontre o Capitão América e o Homem de Ferro e acaba revelando o que estava tramando. O “plano” pode ser meio raso, porém o resultado dele quase acontece da forma esperada…

Enquanto não sabemos o que Zemo planeja, vemos a batalha épica dos dois times acontecer no meio do aeroporto da Alemanha. Os times estão divididos desta forma:


Capitão América, Falcão, Soldado Invernal, Feiticeira Escarlate, Gavião Arqueiro e Homem Formiga.

Homem de Ferro, Máquina de Combate, Pantera Negra, Visão, Viúva Negra e Homem Aranha.

E essa é a melhor cena do filme inteiro! Vem todos estes heróis brigando entre si com o intuito de prender/defender Bucky e fazer com que o Tratado realmente seja seguido/abolido. As brigas são sensacionais, as batalhas individuais muito bem construídas, os efeitos especiais bem finalizados e com destaque para a edição de som que está sensacional! É durante toda a briga que percebemos algumas habilidades “extras” das personagens, como a roupa do Pantera Negra se de vibranium, da super força do Homem Aranha, das habilidades de ficar menor e deixar as coisas menores do Homem Formiga, do drone do Falcão, as habilidades na luta mano a mano da Viúva Negra, os feitiços da Feiticeira Escarlate e etc. Além de toda a ação, é nessa hora que surgem as melhores piadinhas do filme…

Precisamos falar do Homem Aranha!


Gif via: Burn Book

Falando em piadinhas, a maior parte delas fica por conta do Homem Aranha! Finalmente apresentado de forma conveniente e clássica, a primeira aparição de Peter Parker (Tom Holland) junto aos Vingadores foi muito bem construída e encaixou perfeitamente no momento. Além de terem escolhido um adolescente para o papel, os discursos infames e cômicos dele durante uma batalha mais importante do que ele entende, trazem a real essência do Aranha ao mundo cinematográfico. Sem contar que o uniforme dele, apesar de diferente dos quadrinhos, está sensacional!

O que mais me surpreendeu nele foi ver toda a força que ele possui, mesmo sendo o mais novinho, magrinho e etc, é notável o quão avançados são seus super poderes.

Durante toda a briga, vemos alguns deslizes de algumas personagens e o Capitão acaba fugindo com Bucky para encontrar o real problema disso tudo. Obviamente é nessa hora que você começa a tender mais para o lado “Team Cap” e torce para que Tony acorde e ajude seu amigo.

Mas é durante um segredo revelado pelo próprio Zemo ao Tony Stark, que a batalha mais épica e importante dessa história começa – e as cenas são sensacionais! É soco pra lá e pra cá e provocações que não acabam. É o divisor de águas, é quando quem era “Team Cap” não sabe se continua deste lado ou muda para “Team Iron” ou vice-versa (eu nunca mudei, obrigada rs), avaliando as visões de cada um.

Sinceramente, é um filme sensacional. Pode não ter seguido o HQ fielmente, mas o trabalho dos irmãos Russo
Se você ainda não assistiu, não sei o que está perdendo, é o tipo de filme que precisa ser assistido no Cinema e de preferência nas salas que têm o som melhor (XD e etc).

captainvsironman
Imagem via: Heroic Hollywood

Desculpem por ter ficado tão grande e talvez por eu ter dado alguns little spoilers, mas é que eu não me aguento! Eu não consegui parar de pesquisar sobre a história desde que saí do cinema na primeira vez e tenho diversas teorias sobre os próximos filmes rolando na cabeça… Aliás, aguardando ansiosamente o acordo entre Fox e Marvel acontecer para finalmente juntar os X Men aos Vingadores (POR FAVORRRR!).

Spoilers em branco (basta selecionar o texto abaixo para conseguir visualizar):

Uma diferença dos quadrinhos para o filme é que o Homem Aranha fica dividido entre os dois “lados”, mas no filme ele só fica com o Tony por ele ter “financiado” sua participação haha ele fez uma roupa fodida e deu dinheiro pro moleque, né!
A primeira cena pós créditos foi gravada no Brasil, em Foz do Iguaçu e foi um ótimo cenário!
A segunda cena é apenas um gostinho para sabermos que vem mais homem aranha por aí (YAY!) – provavelmente em Julho de 2017.
Sabia que no HQ o Ossos Cruzados mata o Capitão América? Não na “Guerra Civil”, mas enfim…
O filme tem referências a Procurando Nemo, Capitão América 1, Star Wars e Sob o Domínio do Mal.
Stan Lee aparece no finalzinho do filme <3

E você, já assistiu? Gostou tanto quanto eu ou esperava um pouco mais? Alguma sugestão de qual será o próximo filme da Marvel dessa parte da história? Eu queria que lançasse algo antes de Vingadores 3, pra dar mais um pouco de conteúdo!