Resenha: A Cidade dos Segredos – Sasha Gould

Em 25.02.2016   Categoria: Resenhas

A-Cidade-dos-SegredosEm A Cidade dos Segredos, somos apresentados a uma Veneza antiga, cheia de intrigas, brigas e, claro, como diz o nome, segredos.

Laura viveu muito tempo num convento depois da morte da sua mãe. Seu pai permaneceu apenas com a filha mais velha, com quem Laura conseguiu manter contato por meio de cartas que muitas vezes eram interceptadas pela Abadessa, já que nem todas as informações poderiam chegar para ela. Certo dia, Laura precisa retornar para casa. Ninguém explica os motivos e ninguém a ajuda realmente a retornar ao seu lar, mas ela chega, louca para ver a irmã e poder recuperar todos os anos que elas passaram separadas. Sua surpresa é descobrir que sua irmã mais velha, a bela Beatrice, está morta.

Isso é algo que obviamente deixa Laura muito triste. Além disso, por ter vivido muitos anos no convento, ela volta para Veneza com ares de uma menininha fraca e ingênua, que vai aceitar qualquer coisa e que vai obedecer fielmente às vontades do pai. É aí que vem o motivo de Laura ter retornado: com a morte de Beatrice, seu pai precisa da filha mais nova para se casar com Vincenzo, um velho caquético e nojento, mas o único capaz de tirar a família das ruínas.

Assim, antes mesmo que olhe para a pessoa deitada, imóvel e silenciosa, no caixão, já me dei conta de que, de algum modo, este não é o dia maravilhoso que eu estava imaginando encontrar. Não encontrarei Beatrice hoje. Não a encontrarei nunca mais.

Mesmo com toda a aparência de boa moça, gostei muito de algumas das atitudes tomadas por Laura. Principalmente ao ser “convidada” para entrar para a Sociedade dos Segredos, formada apenas por mulheres, e não pestanejar ao contar a todas elas o maior segredo que guardava, tendo assim a chance de não ter que se casar com Vincenzo.

Eu não tenho muito interesse por romances históricos porque eles normalmente não prendem minha atenção, mas como só havia lido resenhas que falavam bem de A Cidade dos Segredos, resolvi deixar isso de lado e encarar a leitura. Gostei de todo o plano de fundo, achei interessante a Sociedade, mas também percebi algumas falhas, já que tudo se desenvolveu muito rápido.

Enquanto observamos a carruagem se afastando, percebo a verdade nas palavras de Allegreza. De fato, em Veneza, um segredo é mais poderoso que uma espada.

A narrativa, de tão dinâmica, chega a ficar confusa. Numa hora Laura está dançando com Vincenzo, na outra, ele já está falando sobre como quer que ela se comporte como esposa, logo depois, Laura já está correndo dele, para fora, e se encontrando com Giácomo, o mais maravilhoso homem que ela já viu em sua vida.

São tantos acontecimentos, um atrás do outro, que eu me perdia na leitura e precisava voltar alguns parágrafos. A única coisa que se passava em minha cabeça era: “Mas já?” Então a narrativa me incomodou bastante… Acredito que Sasha Gould poderia ter feito de outra forma para deixar o livro com um desenvolvimento melhor. De qualquer forma, a história é interessante e, por isso, e por causa do final, vou aguardar pelo lançamento do segundo.

Se você gosta de histórias com muitas intrigas e muitos segredos e se gosta de romances históricos, então A Cidade dos Segredos é o livro certo para você.

A Cidade dos Segredos – Cross My Heart
Páginas: 256 Editora: Novo Conceito Nota: ★★★☆☆