Resenha: Como Eu Era Antes de Você – Jojo Moyes

Em 18.02.2014   Categoria: Resenhas

Como Eu Era Antes de Você

Como Eu Era Antes de Você é um romance dramático da autora Jojo Moyes e foi o meu primeiro contato com a escrita dela – que é ótima. Eu não tinha a menor ideia do que se tratava o livro (eu não leio sinopses – e também não tinha lido nenhuma resenha ainda), pelo nome pensei ser um romance daqueles que uma garota se apaixona por alguém e esse alguém morre e depois conhece outra pessoa, mas por conta do último desastre amoroso, muda totalmente e começa a contar como ela era antes de conhecer essa segunda pessoa… Bem, não estava totalmente errada, mas a forma como a personagem mudou não foi exatamente por conta do primeiro cara e sim do segundo.

A história começa sendo narrada por Will Traynor momentos antes de um acidente horrível que ele sofre enquanto vai ao trabalho; esse é o único capítulo narrado por ele, porque somos apresentados a Louisa Clark, assim que ela é demitida do café em que trabalha porque o seu chefe está se mudando. Louisa tem 26 anos, mora com seus pais, irmã (Treena), sobrinho e avô e a situação deles não é das melhores. Sua irmã trabalha em uma floricultura, seu pai em uma empresa que está prestes a fazer um grande corte de empregados e sua mãe tem que ficar em casa para cuidar de seu avô que sofreu um AVC. Com a demissão de Louisa, o pouco de dinheiro que a família tinha tende a diminuir, fazendo com que ela vá atrás de outro emprego o mais rápido possível. Mas como conseguir um bom emprego se ela não tem faculdade, não tem outra experiência sem ser o seu trabalho no café e não tem habilidade alguma?

Como Eu Era Antes de Você

Como vocês já imaginam, ela acaba indo trabalhar com Will – para Will, na verdade. Após o terrível acidente narrado na introdução do livro, ele ficou tetraplégico e agora vive em uma cadeira de rodas com movimentos do pescoço e um dos braços bem limitados. Apesar da experiência nula de Lou com tetraplégicos, o salário é muito alto e ela resolve dar uma chance a essa oportunidade. O papel de Lou é basicamente fazer companhia a Will, já que Nathan é responsável pelos cuidados médicos e higiene básica, mas fazer companhia a alguém que não quer companhia é bem complicado. Aos poucos Lou vai encontrando assuntos em comum com Will e as tardes que passa com ele tornam-se suportáveis. Nem todos os dias são bons dias e Lou entende um pouco o sofrimento de Will após perceber o jovem ativo que ele era.

Uma passagem do livro que me deixou bem revoltada foi quando o melhor amigo de Will e sua ex-namorada o visitam, após muito tempo, simplesmente para contar que vão se casar. É aí que vemos como uma pessoa quando sofre um acidente como esse não perde só o movimento das pernas, a independência para fazer coisas como ir ao banheiro ou tomar banho, ela perde grande parte de sua vida por conta das pessoas que se diziam próximas dela, não conseguem suportar e acabam se afastando – quem fica sozinha no final é a pessoa que já não tem quase nada e o que resta é tirado dela.

Como Eu Era Antes de Você

Quando achei que o livro ficaria na mesmice de Lou indo para a casa de Will tentando trocar algumas palavras com ele e com Nathan, Lou querendo desistir do emprego, Treena forçando-a a continuar e tudo mais, a irmã de Will vai visitá-lo e Lou ouve a maior gritaria dela com a mãe. Ao ouvir “sem querer” sobre o que elas estão falando, decide que vai mesmo pedir demissão: Will pretende se suicidar em seis meses. Isso mesmo, ele deu um prazo para seus pais e, quando esse prazo acabar, ele vai para a Suíça na clínica Dignitas (uma clínica real, que ajuda pessoas com doenças graves/terminais e etc, a darem um fim na dor, para sempre). Lou fica horrorizada e não quer fazer parte disso. Ao contar para a Sra. Traynor que não quer mais o emprego, ela implora para que Lou fique pelo menos até dar esses seis meses com Will, já que ela afirma que ele melhorou muito desde que Lou chegou na casa. Essa é uma das melhores conversas entre a Sra. Traynor e Lou, quando ela conta seus medos sobre perder seu filho.

Nós duas ficamos nos encarando.
– Sabe, você só pode ajudar alguém que aceita ajuda – disse ela.
E então ela se foi.

página 50.

Louisa então resolve ficar, mas não vai permitir que Will passe esses últimos meses trancado em casa lamentando a vida. Ela passa a montar programas para eles fazerem, uma ida a uma corrida de cavalos, passeios ao redor do castelo que fica na frente da casa de Will (e onde seu pai trabalha) e outros passeios que façam com que Will saia da porta de casa. Muitos dão errados, muitas vezes Lou pensa em desistir e Will não ajuda nem um pouco com o seu mau humor rotineiro. Porém, o que deu para perceber é que Will está mesmo um pouco mais alegre, fazendo piadas e rindo de Lou, o que pode ser um bom sinal.

Como Eu Era Antes de Você

A história vai caminhando com os relatos de Lou dos passeios que tenta fazer com Will, das recaídas dele, das brigas familiares (confesso ter vontade de bater na Treena em várias partes do livro) e também da sua vida amorosa – é, Lou namora um cara há 7 anos chamado Patrick e que Will vive caçoando-a por conta da obsessão dele por corridas e academia. As passagens de Lou com Patrick são bem chatinhas e eu não consigo entender como ela conseguiu ficar tanto tempo com uma pessoa tão idiota como ele. Mas essas partes chatinhas compensam os momentos em que Will aproveita para tirar uma com a cara de Lou.

– E daí? – Ele deu de ombros. – Escute, Clark, se for usar um vestido assim, tem que se sentir segura. É preciso vesti-lo mental e fisicamente.
– Só você, Will Traynor, para dizer a uma mulher como ela deve usar um maldito vestido.

página 146.

O final desse livro é algo que depende muito do ponto de vista do leitor. Eu sinceramente não gostei muito, mas consigo entender. É daqueles finais que você sabe que vai acontecer, mas que ainda tem uma esperança de que a autora vai mudar tudo e dar uma reviravolta nas poucas páginas que faltam para terminar o livro. Cada um pode tirar uma conclusão não só da forma como o livro foi finalizado, mas também sobre toda a história que é tratada nele.

Foi um livro que mexeu muito comigo, que me fez rir, chorar e jogá-lo longe, mas que no final foi uma leitura maravilhosa e que me fez pensar em como não damos valor para muitas das coisas que temos – ou como não aproveitamos cada momento da vida como se fosse o último. Leiam, vocês vão entender o que quero dizer.

Como Eu Era Antes de Você – Me Before You
Páginas: 320 Editora: Intrínseca Nota: ★★★★☆


  • Gabi

    Em 18.02.2014

    nesse eu dei 5 estrelinhas, Juh hahaha
    o fim realmente não é o que a gente quer, mas aceitamos e entendemos =/
    eu tinha vontade de socar Treena em todas as vezes que ela aparecia, meu jeitinho kkkk e Patrick é insuportável, ninguém merece namorar um cara assim.
    queria Lou e Will all time, mas… =/

    [Responder]

    Juh Claro:

    5? Uau, que milagre! hahaha
    Eu não sei se eu consigo entender… De verdade haha Tinha certeza que seria diferente, acreditei até a última página :(
    A Treena é muito sem noção! Menina egoísta do caramba, viu hahaha

    Beijos.

    [Responder]

  • Thaís

    Em 18.02.2014

    Oiii, Eu amei o livro, claaaro que fiquei triste com o final, e na verdade relutei por não querer chegar até ele e por estar morrendo de vontade de chegar até ele, o Will é apaixonante, me acostumei até com aquele jeito meio marrento que ele tem, o humor ácido dele tem suas vantagens… Enfim, super recomendo! Livro bom demais !

    [Responder]

MyFreeCopyright.com Registered & Protected

Seleção de Livros! Clique e confira.