Resenha: Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido – Deb Caletti

Em 02.04.2013   Categoria: Resenhas

Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido – Honey, Baby, Sweetheart
Autora: Deb Caletti
Editora: Novo Conceito
Páginas: 240
Nota: ★★★☆☆

Sinopse: É verão no nordeste da cidade de Nine Mile Falls e Ruby McQueen, de 16 anos, comumente conhecida como A Garota Calada, está saindo com o maravilhoso, rico e louco por emoções Travis Becker. No entanto, Ruby está num beco sem saída e percebe que se arrisca cada vez mais quando está com Travis.

Em um esforço para manter Ruby ocupada, sua mãe, Ann, a arrasta para o clube de leitura semanal que ela comanda. Quando descobrem que uma das criadoras do clube é a protagonista de uma trágica história de amor que estão lendo, Ann e Ruby planejam um encontro dos amantes de longa data. Contudo, para Ruby essa missão acaba sendo muito mais do que apenas uma viagem…
 
 
 

Deb Caletti é autora do livro Um Lugar Para Ficar, que também misturao romance e aventura – e, apesar de não ter gostado tanto do primeiro contato com a autora, agora gosto ainda menos. Foi a minha segunda chance à ela e acho que vou parar por aqui.

Entendam, Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido (canso toda vez que falo o nome desse livro) não é um livro ruim, ele é, digamos, okay. O problema é que você olha pra essa capa super gracinha, pra esse título todo mel com açúcar e espera um romance fofo – mas o que temos aqui é a vontade inexplicável nem tanto de dar uns bons tapas na protagonista.

O livro é narrado em primeira pessoa por Ruby McQueen, uma adolescente como outra qualquer, que frequenta a escola, tem um trabalho pra ganhar alguns trocados e uma paixonite “errada”. Apesar de apontar o dedo para sua mãe, Ann, que sempre que recebe uma visita dos pais de Ruby e Chip Jr., fica animada demais e criando expectativas – e quando ele vai embora, ela fica com o coração partido e os filhos que tem que cuidar dela, ela é igualzinha a sua mãe e gosta de sofrer por amor.

O nome desse garoto-problema é Travis Becker, praticamente vizinho de Ruby, filho de uma família bem rica e que sempre mantem os portões fechados – mas não naquele dia, quando Ruby viu a moto dele estacionada na grama e ele a chamou para mais perto. Primeiro: se você não conhece a pessoa, você não entraria na casa dela, sem mais nem menos – e segundo, você não subiria na moto dele sem saber como ele a pilota.

Sim, é a partir daí que você fica com vontade de bater em Ruby. Sabe aquilo de “pessoas de lua”? Ela é exatamente isso, ela é totalmente bipolar. Ela é carinhosa, fofa e engraçada com sua família e amigos, mas quando chega perto de Travis, é chata, irritante e toda “corajosa”, mas no fundo só é assim para se mostrar para o bad boy. Resumindo: ela é uma ridícula.

Muitas coisas ruins acontecem quando ela está com Travis e é só quando ela participa das reuniões das Rainhas Caçarolas que ela começa a mudar um pouco o seu ponto de vista. O clube de leitura organizado por sua mãe que conta com pessoas idosas que se juntam para discutir sobre algum livro, se torna a segunda (ou até primeira) casa de Ruby e ela se divertirá mais do que imagina com a companhia dessas senhoras e de Harold.

– E quanto a você? – perguntou minha mãe. – Está sempre cercada de homens; é uma perfeita dama.
– Ser dama não tem nada a ver com isso. Fui criada para ser uma dama. Depois que George morreu, todos esses tolos apareceram em busca de alguém que lavasse suas meias. Sou uma dama, mas também um acessório masculino, a sua maleta, não, muito obrigada. Não vou ser adereço de ninguém. Não vou ser meu amor, meu bem, minha querida de ninguém. – Ela esticou o pescoço.

pág. 182

Ela encontrará apoio em Joe Davis, o pastor da igreja da cidade – que se tornará mais importante ao decorrer da história e conhecerá o verdadeiro amor a partir de uma história reveladora de Lilian, uma das frequentadoras das reuniões das Rainhas Caçarolas, que sofreu um derrame e perdeu a fala, mas ainda consegue demonstrar as suas emoções.

O livro começa a fluir melhor depois que conhecemos o livro da vez, de Charles Whitney, e a relação que a história tem com Lilian. A narração não é ruim, mas a trama toda da história é um tanto quanto entediante. Gostei mais da história de Lilian do que de Ruby e acho que a autora deveria ter feito dela a protagonista, seria bem mais interessante. Travis é um personagem irrelevante e o final é previsível (pelo menos desde antes da página 50 eu já sabia o que aconteceria).

O que eu mais gostei foram das últimas páginas, em que a autora faz um “guia para clube de leitura”, com perguntas que podem ser discutidas sobre esse livro e etc. Se você procura uma história leve e não quer se apegar a algum personagem – e dar algumas risadas, recomendo. Mas não espere um romance água com açúcar.


  • Marla

    Em 02.04.2013

    Eu li “Um lugar para ficar” e gostei da escrita da autora, então quando soube do lançamento de “Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido”, fiquei empolgada, principalmente por causa do título, mas depois de ler sua resenha eu meio que desanimei, apesar disso ainda pretendo lê-lo, para tirar minhas próprias conclusões.
    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    [Responder]

    Juh Claro:

    Ai, desculpa te desanimar :(
    Se ainda não tiver o livro, fica esperta que vai ter promoção aqui :)

    Beijos!

    [Responder]

  • Talita Sodré

    Em 02.04.2013

    Realmente o nome do livro é bem cansativo…rs Eu tinha até ficado interessada pela sinopse mas a resenha me fez pensar melhor e com tantos livros na fila acho que não vale a pena comprar esse…rsrs Beijos =)

    [Responder]

  • Kelry Caroline

    Em 02.04.2013

    Acho que é um livro que a gente tenta se descobrir mais ainda, e acho que a Ruby é como muita gente, inclusive eu, que tento me descobrir a cada dia!

    [Responder]

  • ADRIANA HOLANDA TAVARES

    Em 02.04.2013

    Adorei vc dizer que parece um romance fofo mas teve vontade de espancar a protagonista, agora sim fiquei com vontade de ler!!! Até porque essa foi a única resenha que falou assim do livro…

    [Responder]

  • Fabíola Nunes

    Em 02.04.2013

    Este livro parece ser bem interessante e gostoso de ler. Não conheço esta autora e adoooro me aventurar em novas histórias. Resumidamente: Doidinha para ler!!!

    [Responder]

  • Marianna Zavisch

    Em 02.04.2013

    Poxa Juh, me desanimou haha
    Eu até gostei do “Um lugar para ficar”, não achei um dos melhores, mas como você lê rapidinho, então não pesa tanto né, imaginei que esse “Meu Amor, Meu Bem, Meu Querido” seria melhor, enfim.
    Ainda quero ler esse livro!!!

    [Responder]

  • Cris Aragão

    Em 02.04.2013

    Eu bem que gostei de Um lugar para ficar, achei um romance até bem mais realista do que eu tinha esperado. Pena que você não gostou desse segundo livro da autora também mas eu acho que ela escreve super bem e como ando até acostumada a mocinhas irritantes, irresponsáveis e totalmente detestáveis; acho que iria gostar de ler esse livro.

    [Responder]

  • Beatriz Cavalcante

    Em 02.04.2013

    Como você falou, pela capa e pelo título eu imaginava que fosse uma história fofa e aqueles romances bonitinhos, sabe? rs
    O livro não está na minha lista de desejados mas eu estava curiosa para ver uma resenha dele e quem sabe comprar. Vendo a resenha e os comentários sobre o livro eu fiquei um pouco desanimada para comprar mas se um dia eu tiver a oportunidade de ler, quem sabe né? hihi :)

    [Responder]

  • Gladys Sena

    Em 02.04.2013

    Ainda não conheço a escrita da autora, mas apesar de sua resenha não ser muito animada ainda assim pretendo conhecê-la.

    Ah os autores estão repetitivos nos nomes de seus personagens: Ruby e Travis, já “os vi” em outras tramas, rsrs.

    [Responder]

  • Ana Paula Barreto

    Em 02.04.2013

    Realmente eu pensei que o livro fosse fofo e romântico! rs
    Pena que a leitura não é tão agradável e que a personagem principal não cria empatia no leitor. Mas de qualquer forma, eu gostei de saber que apesar dela ser uma “tonta”, vai mudando conforme conhece as outras pessoas. Sei lá, gosto de segundas chances e de histórias de amadurecimento.
    Daria uma oportunidade ao livro sim!
    bjs

    [Responder]

  • Karen Senoo

    Em 02.04.2013

    Li recentemente Um Lugar para Ficar da mesma autora e gostei bastante por isso espero algo parecido ou melhor neste livro. A história parece ser meio clichê de uma garota que se apaixona e se deixa levar por um bad boy. Apesar de ser um pouco previsível li resenhas que me animaram um pouco. Vou tentar ler sim, em breve ;)

    Bjs
    @Tibiux

    [Responder]

  • Cristiane Silva

    Em 02.04.2013

    Achei legal o ultimo que li dela e quando vi esse achei que seria legal também. Será que vai ser chato de ler? Tinha achado boa essa trama, mas chata? Hum…. acho que só conferindo pra saber mesmo. Ainda espero que seja um bom livro.

    [Responder]

  • Manuela Cerqueira

    Em 02.04.2013

    Achei o titulo é super meloso!!!
    Apesar de ainda não ter lido o outro livro da autora, mesmo assim acho que gostarei deste livro.

    [Responder]

  • Rossana Batista

    Em 02.04.2013

    Deve ser um belo livro cheio de romance, e eu adoro romances! Fiquei imaginando a Ruby no clube de leitura junto com as idosas, rsrs. Deve ter muita diversão também. Adorei a resenha!

    [Responder]

  • Karolyne Kazakeviche

    Em 02.04.2013

    Poxa, eu gostei do enredo do livro, até.
    Li bastantes resenhas mornas sobre o livro, mas só lendo para saber né? Gosto dessa temática e pretendo ler em breve. A protagonista parece ser bacana.

    [Responder]