Resenha: Passarinha – Kathryn Erskine

Em 12.03.2015   Categoria: Resenhas

PassarinhaPassarinha chamou minha atenção pela temática: uma criança, com síndrome de asperger, que acaba de perder seu irmão mais velho num atentado em uma escola na Virgínia.

Caitlin continua normalmente com sua vida. Sabe que Devon, seu irmão, não está mais ali para lhe dizer como se comportar e não consegue ver o mundo e os acontecimentos como uma pessoa que não tem asperger.

Ela é boa no que faz e se dedica àquilo que gosta, portanto sabe desenhar maravilhosamente e aprende rapidinho tudo sobre o Coração depois que descobre que os médicos não conseguiram salvar o Coração de seu irmão.

Caitlin, por ter asperger, tem dificuldades em se relacionar com as pessoas e pra ela é também muito difícil entender quando as pessoas usam metáforas ou expressões. Ela precisa de tudo totalmente explicado, portanto pode parecer rude quando lhe perguntam o que ela quer e ela responde que quer seu irmão. Ela sabe que não pode ter seu irmão, mas é aquilo que ela quer e foi aquilo que perguntaram para ela.

Ela tem uma orientadora, a Sra. Brooks, que lhe ajuda e lhe compreende no ambiente escolar. Ela é a conselheira da escola e está fazendo um trabalho com a Caitlin, para que ela tente se relacionar com as pessoas, fazer amigos, participar do recreio e enxergar aquilo como algo bom.

É quando Caitlin descobre o significado da palavra Desfecho que começa a entender que para seu pai voltar a sorrir, ele precisa encontrar um Desfecho.

E é por causa da busca deste desfecho que Caitlin vai conseguindo se interagir socialmente e a começar a sentir algo pelas pessoas que estão ao seu lado.

Kathryn Erskine colocou no papel uma história maravilhosa e simples, tão tocante e tão bem feita que é impossível ler e não querer estar ao lado da Caitlin e ajudá-la de alguma forma, ou simplesmente ajudar àqueles que estão a sua volta a entender o que ela quer e como ela é.

Na faculdade de Letras, eu tive uma matéria chamada Educação Inclusiva e em algumas aulas nós falamos sobre Asperger. Era um dos assuntos que mais me chamava atenção, portanto quando soube sobre o que Passarinha falava, tive uma vontade muito grande de ler. Uma pena eu ter demorado tanto para conhecer a história, sendo que o livro estava ali ao meu lado há muito tempo.

Se você também se interessa pelo assunto ou se simplesmente gosta de histórias que sejam capazes de te tocar como nenhuma outra, Passarinha é a escolha certa. É o livro certinho pra quem procura algo no estilo de Extraordinário (A Juh já fez resenha, então não deixem de conferir e comentar com suas opiniões), algo como uma mensagem, algo que te deixe com vontade de simplesmente… Ser melhor.

Passarinha – Mockingbird
Páginas: 224 Editora: Valentina Nota: ★★★★★