Resenha: Romeu Imortal – Stacey Jay

Em 26.03.2013   Categoria: Resenhas

Romeu Imortal – Romeo Redeemed
Autora: Stacey Jay
Editora: Novo Conceito
Páginas: 320
Nota: ★★★★☆

Sinopse: Amaldiçoado a viver por toda a eternidade em seu espectro, Romeu, conhecido por seus modos rudes e assassinos, recebe uma chance de se redimir viajando de volta no tempo para salvar a vida de Ariel Dragland.
Sem saber, Ariel é importante para os dois lados, os Mercenários e os Embaixadores, e tem o destino do mundo nas mãos. Romeu deve ganhar seu coração e fazê-la acreditar no amor, levando-a contra seu potencial obscuro antes de ser descoberto pelos Mercenários.
Enquanto sua sedução se inicia como outra mentira, logo ela se torna sua única verdade. Romeu jura proteger Ariel de todo o mal, e fazer qualquer coisa que for preciso para ganhar seu coração e sua alma. Mas quando Ariel se decepciona com ele, ela fica vulnerável à manipulação dos Mercenários, e sua escuridão interna poderá separá-los para sempre.
 
 

ATENÇÃO! SE VOCÊ NÃO LEU JULIETA IMORTAL, ESSA RESENHA PODE CONTER SPOILERS.

Esqueça tudo que você leu em Julieta Imortal. Aqui não temos um romance rápido e meloso, não temos briga entre encontrar a alma gêmea e destruí-la e não temos a mesma realidade do primeiro livro.

Em Romeu Imortal, temos a continuação do que aconteceu com Romeu após matar Julieta pela segunda vez. Ele se vê virando o espectro de sua alma, sem onde ir ou o que fazer para mudar isso, até que a Enfermeira de Julieta – uma embaixadora da Luz, oferece-lhe uma segunda chance, porém fora dos Mercenários, tendo que mudar para o lado dos Embaixadores. Para isso, claro, ele tem que unir duas almas gêmeas – o mesmo papel de Julieta antes de morrer, porém Romeu não tem que fazer qualquer pessoa se apaixonar – tem que fazer Ariel se apaixonar e, pior ainda, por Dylan, o garoto que ela odeia.

Sua alma vai para o corpo de Dylan momentos antes de Ariel pegar o volante do carro dele e tentar matá-los, porém o reflexo de Romeu é mais rápido que o de Dylan e ele consegue evitar o terrível acidente que teria matado ambos. Ariel, que acabara de descobrir que esse encontro com Dylan é pura enganação, por conta de uma aposta que ele fez com os amigos, está furiosa e jura não querer ver Dylan nunca mais na sua vida. Afinal, a Enfermeira não deixaria a situação menos complicada para Romeu.

A narrativa continua da mesma forma, só acho que a Stacey se perdeu em algumas partes e esqueceu de alguns detalhes que ela mencionou no primeiro livro, porém ignorei isso e continuei com a leitura de forma bem rápida. Os intermezzos apareciam em ótimos momentos e dava para entender melhor o que acontecia nas partes atuais.

Ariel é uma menina muito boa, frágil e delicada, e foi interessante conhecê-la, já que no primeiro livro era Julieta quem controlava seu corpo e não sabíamos direito quem Ariel era. Uma coisa que mudou do primeiro livro para esse, foi Gemma. Eu queria matar essa menina nesse livro, porém tinha gostado do jeito peculiar dela no outro – nesta realidade ela é insuportável e sem coração, o que dá uma certa raivinha. Romeu é mais apaixonante do que imaginei e é engraçado vê-lo se apaixonando por outra pessoa sem ser Julieta.

Foi muito bom voltar a Solvang <3 e curtir o lado fofo de Romeu. Estão dizendo por aí que será uma trilogia, mas não sei como continuar de onde parou - e nem vejo porquê. Enfim, veremos. Por enquanto só posso dizer que quem leu o primeiro, pode ler o segundo sem medo.


  • Kelry Caroline

    Em 26.03.2013

    Eu sou muito louca comprei romeu primeiro, dai fiquei meio que perdida na história kkkk

    [Responder]

  • Carolina

    Em 26.03.2013

    Autora esquecer detalhes do primeiro livro é tenso, hein?
    Nunca tive interesse nessa série, por isso li a resenha memso sem ter lido o primeiro.

    Beijão

    [Responder]

  • Marla

    Em 26.03.2013

    Eu li Julieta Imortal com grandes expectativas, mas o enredo acabou não me agradado, por esse motivo não tenho muita vontade de ler Romeu Imortal.

    *bye*

    [Responder]

  • Gladys Sena

    Em 26.03.2013

    Não li nenhum dos livros. Particularmente não curto essas modificações com os originais.
    Parece que virou moda “sobrenaturalizar” várias tramas…
    Pelos comentários que já li, a maioria gostou mais do Romeu.

    [Responder]