Resenha: Todos os Meus Amigos São Super-Heróis – Andrew Kaufman

Em 02.05.2014   Categoria: Resenhas

Em Todos os Meus Amigos São Super-Heróis conhecemos Tom, que não é super-herói, mas os seus amigos são – assim como a sua esposa, a Perfeccionista e seu melhor amigo, Anfíbio.

A história se passa durante uma viagem de avião rumo a Vancouver em que a Perfeccionista está sentada no assento da janela e Tom ao seu lado, porém ela não consegue vê-lo – ele é invisível para ela. Tudo isso aconteceu por causa do ex-namorado de “Perfê”, Hipno, que hipnotiza quem precisar para conseguir o que quer e ele acabou hipnotizando Perfê para não poder mais enxergar o marido.

É por causa disso que ela resolve sair de Toronto e reiniciar a sua vida em outra cidade, deixando tudo perfeito, já que é o seu super poder, mas Tom está decidido a reconquistá-la e tem que fazer isso antes que o avião toque o a pista de Vancouver. Então, passam momentos de flashback da vida de Tom, de como ele conheceu a Perfeccionista e alguns outros super-heróis, contando um pouco das características (ou super poderes) de cada um.

Apesar do livro ser bem curtinho e a história principal um tanto quanto rasa, o que deve ser levado em conta é a crítica que o autor faz à humanidade e às características das pessoas que vivem à nossa volta – além de mostrar que talvez o melhor é não ter super poder algum e conseguir as coisas da sua maneira sem precisar trapacear, hipnotizar, voltar no tempo e etc; assim como o Tom.

O livro é recomendado para quem gosta de leituras rápidas (se eu tivesse pegado pra ler de uma vez só, acredito que teria lindo em no máximo 2 horas) e de histórias que fazem com que você reflita o que acontece à sua volta.

semana-amigossuperherois

Todos os Meus Amigos São Super-Heróis – All My Friends Are Superheroes
Páginas: 176 Editora: LeYa Nota: ★★★★☆


  • Babi Lorentz

    Em 02.05.2014

    Fiquei penando um tempão o que eu tinha pensado sobre esse livro, se eu tinha gostado ou não e só depois de pensar bastante na frase que ele usa com ela lá no finalzinho que fui perceber como a história era bacana e interessante. Além disso, ganhou alguns pontinhos a mais por causa da narrativa do autor, que é bem dinâmica.
    Beijos <3

    [Responder]