La La Land – Cantando Estações: o filme/musical do momento

Em 30.01.2017   Categoria: Filmes

Há uma semana eu ainda estava de férias #saudade e aproveitei para ir ao cinema em um horário aleatório na segunda feira a fim de não pegar muito cheio e sem gente sem noção (quase deu certo).

Primeiramente precisarei abrir um parênteses: eu tenho um azar em locais divididos com outras pessoas que é de outra dimensão. Quem convive comigo sabe muito bem: quando não tem a opção de escolher os lugares da última fileira no cinema, eu sempre vou sentar na frente de alguém que fique me chutando; em shows eu sempre vou ficar perto de alguém que me empurre, não cale a boca ou qualquer outra coisa que me irrite e me faça brigar; eu sempre pego ou pessoas lentas ou caixas com problemas em supermercados/farmácias, etc.

Sim, é um saco, mas eu queria muito assistir a esse filme e por isso escolhi um horário aleatório. Bem, não deu muito certo porque, infelizmente, tinha um casal de adolescentes que não calou a boca o filme inteiro – o lado bom é que tinha um carinha próximo a mim que ficou mandando os dois ficarem quietos o filme inteiro – então me poupou um pouco de ficar fazendo “shiu” haha. Fica um recado: se você for sair pela primeira vez com uma pessoa, por favor, não vá ao cinema para “se conhecer melhor”. Pode ser difícil acreditar, mas tem gente ali que realmente vai para assistir ao filme.

DE QUALQUER FORMA, deu para assistir ao filme e entender o porquê de ter ganho tantos Globos de Ouro e ter tantas indicações para o Oscar (mais precisamente 14, igualando-se ao Titanic!) – e me vi na obrigação de contar para vocês sobre ele para que possam correr para o cinema e assistir antes do Oscar (será dia 26 de fevereiro)!

la la land - awards
Imagem via: Red Carpet Crash

Para dar aquela introdução básica sobre o enredo do filme: La La Land é um musical que conta a história de Sebastian (Ryan Gosling), um pianista que sonha em abrir seu próprio clube de jazz, e de Mia (Emma Stone), aspirante a atriz que não dá sorte em seus testes e audições. Os dois estão buscando seu próprio espaço em uma cidade super competitiva (Los Angeles, obviamente) e, com isso, enfrentando dificuldades para ficarem juntos.

O diretor (e roteirista) do longa é o novato Damien Chazelle (Whiplash). A intuição de Damien era fazer uma homenagem aos grandes musicais do passado – e conseguiu com sucesso. Além de toda a cantoria, as coreografias são fantásticas e são assinadas por ninguém menos que Mandy Moore. Apesar de toda essa homenagem a clássicos e remontagem de cenas, o filme se passa na atualidade – porém com um toque a mais de fantasia.

Mas vamos começar do começo: Mia e Sebastian se esbarram diversas vezes – tipo aquelas coisas loucas de “destino”, sabe? Mas demora alguns esbarrões para eles darem uma chance ao sentimento que pode estar nascendo ali. O filme é dividido em quatro segmentos que representam as estações do ano e é aqui que vem o destaque para a fotografia: ela consegue ser maravilhosa nas quatro estações.

continue lendo


5 filmes indicados ao Oscar da minha vida

Em 26.02.2015   Categoria: Memes

Eu sei, eu deveria ter feito esse post semana passada, mas como eu sou a pessoa mais perdida com datas de premiações, tinha certeza que o Oscar seria nesse final de semana e não no passado shame on me! De qualquer forma, como gostei muito da ideia desse meme, resolvi postar mesmo que atrasadinha.

Escolhi 5 categorias (as mais clichês mesmo) e the Oscar goes to:

Melhor Ator: Johnny Depp

Apesar do meu ator favorito ser o Owen Wilson (beijo, mozão! <3), é incontestável o talento do Depp. Não tem um filme dele que ele faça o papel mal – nem quando ele faz somente a voz das personagens. O filme pode ser ruim, mas a personagem dele é sempre muito bem construída e ele consegue entrar nela de corpo e alma. Enfim, no meu Oscar, ele é o vencedor <3

Melhor Atriz: Meryl Streep

Acho que eu deveria entregar o prêmio para outra pessoa, já que no Oscar real ela leva sempre. Mas não tem como. Ela é uma das minhas atrizes favoritas e uma das únicas que eu já assisti a todos os filmes (novos, antigos, bons e ruins – só falta esse último da Disney, que estou um pouco relutante). Meryl é rainha, daquelas pessoas que você tem vontade de ser amiga mesmo, sabe? Além disso, ela consegue atuar maravilhosamente bem em qualquer tipo de papel. Então ela leva a estatueta dessa categoria!

Trilha Sonora: Across The Universe

Desculpa, mas um filme baseado nas músicas dos Beatles não tem como não ter a melhor trilha sonora do mundo! Além de ser apaixonada por esse filme, saber a ordem das músicas de cor e tudo mais, todos os atores interpretaram as músicas bem demais. Posso escolher um filme musical pra essa categoria? O Oscar é meu, então eu digo que sim! hahaha

Melhor Animação: Peter Pan

Everybody knows que esse menino ruivo é meu personagem/herói favorito, então não tem como a animação sobre ele não levar esse prêmio, não é? Eu adoraria que fizessem uma nova edição do filme com as técnicas novas, ficaria maravilhoso! Pode ser, Disney? Enquanto isso, a versão original leva a estatueta pra casa <3

Melhor Filme: Grease

Melhor filme do mundo, da vida, de todos os tempos! Sou apaixonada desde criança, gostaria de ter nascido a tempo de assisti-lo no cinema e também gostaria de ter nascido na época dos bailinhos, vestidos rodados e tudo mais. Ah, sem palavras, John e Olivia são <3

E aí, o que acharam da minha premiação? Concordam com algum? Mudaria outro? Tell me <3

Esse post faz parte da blogagem coletiva de Fevereiro do Rotaroots.
Para ler os demais posts coletivos clique aqui e, se quiser participar, inscreva-se no Rotation.