Posts de Juh Claro

As músicas mais ouvidas no Q1 – 2019

Música • 27.03.2019  

Faz tempo que não faço post de músicas mais ouvidas por aqui, né?

Q1 é uma “expressão” do mundo corporativo que eu tenho adotado para todo lugar. Sinceramente, nem sei se é só do mundo corporativo, mas eu nunca ouvi falar fora dele – me corrijam. Para quem não sabe, normalmente o ano é separado em alguns períodos e isso depende muito de cada empresa. Na minha atual, dividimos em quatro períodos, cada um com três meses, por isso chamamos de “quarters”.

Como estamos no fim de março, damos por encerrado o Q1 (primeiro “quarter”) e é época de diversos balanços, principalmente financeiros. Como isso aqui é um blog, não tem nada de formal ou que signifique atingir metas. O “balanço de fechamento” desse Q1 hoje vai ser musical.

Já aviso que não é porque foram as músicas mais ouvidas no começo do ano que teremos só músicas novas; e isso tem dois motivos: um porque normalmente sou bem atrasada com alguns lançamentos e outro porque eu demoro muito pra gostar de algumas músicas e só fico ouvindo sem parar depois que todo mundo já cansou delas hahaha

Sucker – Jonas Brothers

Ah, a volta dos irmãos Joninhas <3 Bem difícil você não saber dessa notícia ou não ter ouvido a música ou não visto o clipe – só se você viver em um mundo totalmente paralelo ao mundo pop, né. Eu sempre gostei deles e fiquei super feliz com a volta e tenho quase certeza que teremos músicas mais maduras – além de terem crescido, temos dois casados (e um noivo), Nick e Joe não pararam de cantar nesse meio tempo. Só vejo coisas boas pela frente e essa música não sai da minha cabeça (e playlist).

My Best Habit – The Maine

No final dessa semana (dia 29/03) será o lançamento do novo álbum do The Maine, You Are OK, e My Best Habit foi o segundo single que eles lançaram. Eu sempre gostei de The Maine e, apesar de ter me afastado um pouco no último ano, estou ansiosíssima pelo novo CD.

Lost in Japan – Shawn Mendes

Como pode esse menino não ter música ruim? HAHA Eu demorei anos pra ouvir essa pela primeira vez, junto com o clipe e sou apaixonadinha nela (e no clipe). É super gostosa de ouvir e muitas vezes me pego voltando ela do início pra poder prestar atenção direito (quem nunca?).

Follow You – Bring Me The Horizon

Eu avisei que não tinha só música nova hahaha Eu nunca gostei de BMTH, mas esse CD (That’s The Spirit, de 2015) me fez mudar de ideia porque eles também mudaram de estilo. Não tem mais gritaria (não suporto, rs) e nem músicas muito pesadas. Do álbum inteiro tem só 2 ou 3 músicas que eu não gosto, o resto eu ouço direto, mas Follow You é minha favorita.

I Can’t Get Enough – benny blanco ft. Selena Gomez, J Balvin & Tainy

Não é minha música favorita da Selena (tem Taki Taki nessa playlist também), mas já que a fofa não resolve lançar um álbum novo logo, a gente se contenta com as participações, né. Acho essa super fofinha e dá pra ouvir qualquer hora.

Dona de Mim – IZA

Só pra não dizer que não tem música nacional nas minhas playlists (nessa tem 4!). Eu sou apaixonada na letra e melodia dessa música e posso ouvir cem vezes no mesmo dia que não canso. A Iza é sensacional e essa música é tão girl power que nem sei <3

Se interessar a alguém, aqui está a playlist completa do meu Spotify. Eu estou sempre acrescentando algo nela conforme vou viciando em alguma música ao longo do ano HAHA

Eu sempre estou pedindo indicações de músicas e bandas novas pra poder variar minhas playlists do Spotify, então deixo os comentários abertos aqui para vocês me indicarem tudo o que quiserem. Mandem ver :)


Dicas para a sua próxima viagem a Gramado – RS

Viagens • 15.03.2019  

A dica de hoje é para se preparar para o friozinho que está logo aí (espero eu, porque estou com saudade). De olho no calendário, o próximo feriado é a Páscoa, que cai no dia 19 de abril, 3 dias para aproveitar bem, mas podemos deixar para um pouco mais pra frente também, para o dia dos namorados (no meu caso pode até ser aniversário de casamento – pegou a indireta, marido?) ou para as férias de julho.

O sul do Brasil sempre me encantou muito, principalmente a serra gaúcha e particularmente a cidade de Gramado. Eu vou lá desde pequena e sempre adorei o clima europeu, os fondues, os vinhos, os chocolates, os passeios e até o sotaque do pessoal (mas bah, tchê). A última vez que estive lá foi em 2012 e estou planejando um novo passeio muito em breve, pois estou com saudade.

Essa viagem de 2012 foi a primeira vez que meu marido, na época namorado, viajou de avião e que saímos de São Paulo juntos – mas não sozinhos, já que minha mãe, irmã e uma amiga da família foram juntas. Mas foi especial mesmo assim, já que Gramado tem um climinha romântico indiscutível.
Apesar de fazer um tempo que não vou para lá, algumas coisas não mudam e vale a pena sempre comentar.

Vou dividir as dicas em categorias essenciais para tornar sua viagem até Gramado mais fácil:

Hospedagem

Hotel Pequeno Bosque

Eu nunca fiquei em outro hotel sem ser esse. Na verdade eu classifico mais como pousada, mas ele é tão aconchegante que vale a pena indicar sim. Minha mãe conta sempre a história da primeira vez que fomos para lá. A dona do hotel mora na frente dele e teve um bebê na mesma época que eu nasci e, quando fomos para lá, ela sempre esquentava mamadeira e papinhas para o filho dele e para mim (super história, eu sei hahaha).

Não sei se foi exatamente isso, mas depois todas as vezes que voltamos para lá ficamos nesse hotel. Ele tem um estilo bem caseiro, o café da manhã é super fresquinho e preparado pelos donos e os quartos são confortáveis com direto a muitos cobertores quentinhos.

Para ver mais sobre o hotel e reservá-lo, acesse aqui.

Gastronomia

Mestre Cuca

É uma espécie de padaria, que fica coladinha no hotel e nós somos apaixonados por lá! Antigamente tinha um fondue de chocolate no pão que era divino, mas na última vez que fomos eles não estavam mais servindo (mas nunca se sabe se voltaram!).
O que mais gostamos é das sopas e cremes no pão italiano, sempre quentinhas e muito bem feitas, e para acompanhar, sempre escolhemos os vinhos do sul. A taça de vinho deles é extremamente bem servida e combina perfeitamente com a sopinha.

Rodízio de fondue

Tem muitas casas de fondues em Gramado e eu já fui em algumas – e infelizmente não lembro o nome de nenhuma delas, desculpem! Normalmente quando vamos a alguma casa de fondue, escolhemos o rodízio que consiste em: queijo, carnes e chocolate. Pergunte para o seu hotel se indicam algum diferente e também procure mais dicas; dá para agradar todos os gostos (alguns tem carnes mais nobres) e bolsos. Ah! Alguns até oferecem transporte de/para o restaurante/hotel. Assim é bom porque dá para pedir um vinhozinho e não se preocupar com o “motorista da rodada”.

Passeios

Alguns dos lugares que sempre vamos, independente de ter criança junto ou não, são:

Mini Mundo
Lago Negro (gratuito!)
Fábricas de chocolate (recomendo a Caracol)
Casa do Papai Noel

Meu favorito é de longe o Mini mundo! Acho que quase empatado com a Casa do papai noel, mas confesso que me encantava mais quando era mais nova; por que será? haha

Uma grande atração, que é relativamente nova, é o Snowland. Eu ainda não tive a oportunidade de conhecer, mas tenho amigos que foram e adoraram! Eu acho um pouquinho caro, mas parece ser super divertido; principalmente para quem não conhece neve. Sempre acho esses passeios a cara de crianças, então se você tem um filho, super acho que vale a pena! Eu pretendo conhecer na próxima visita da cidade – aí conto minha experiência para vocês.

Canela

É bem difícil falar de Gramado sem mencionar Canela, já que a cidade fica encostadinha. Sinceramente, eu não vejo taanta coisa assim para fazer lá, mas o passeio meio que obrigatório é visitar o cartão postal da cidade, a Catedral de Pedra e TENTAR tirar uma foto sem tanta neblina assim.

Outro passeio legal é o Mundo a vapor, principalmente se tiver crianças junto. Lá você pode encontrar réplicas de máquinas a vapor em pleno funcionamento; o local ainda conta com olaria, siderúrgica, usinas, fábrica de papel, serraria, locomóveis e locomotivas expostos e explicados em cenários de escala reduzida.

Você pode ver dicas de hospedagem em Canela neste post do blog da Hoteis.com.

Dicas para a sua próxima viagem a Gramado

Gramado é ótimo para visitar no frio, mas tem atividades o ano todo. Tem um post no blog da Hoteis.com mostrando as atrações do ano todo, além de mais dicas de hospedagem. Acesse aqui para conferir!

Espero que tenham gostado do post e que tenham a oportunidade de visitar essa cidade linda!
Para quem já foi, me contem o que mais gosta de lá e o que eu não deveria deixar de visitar em uma próxima viagem.

OBS: Desculpem pela qualidade das fotos, mas elas são antigas e tive que resgatar do Facebook, porque não tenho ideia de onde estão as originais! Quando eu renovar a viagem, renovarei as fotos com certeza :)


Lua de mel: um paraíso chamado Ilhas Maurício

Casamento, Viagens • 27.02.2019  

Dando continuidade na seção sobre a lua de mel, vou contar para vocês sobre um paraíso chamado Ilhas Maurício!

É muito difícil saber exatamente onde fica esse país – que na verdade se chama Maurícia (ou até Maurício), pois mal dá para ver no mapa. A ilha é razoavelmente pequena, localizada no oceano Índico e cerca de 2 mil quilômetros da costa africana (ou 900 quilômetros de Madagascar). Dêem uma olhada na imagem do Google quando quero mostrar a África e Maurícia na mesma “foto”:

mapa google - maurícia

O lado bom da ilha ser “pequena” é que dá para ela ser linda por completo, cada “lado” tem uma paisagem incrível e algumas particularidades. Nós ficamos pouco tempo e não saímos do hotel (foi o que escolhemos fazer), mas tem muita gente que fica um tempo em cada “lado” da ilha para poder conhecer as diferentes paisagens. O lado ruim de ser pequena é que tem hotel em t-o-d-o canto e a decisão de onde ficar se torna ainda mais difícil.

Como disse no post anterior, eu usei muito o TripAdvisor para a viagem toda porque tive muita dificuldade em encontrar dicas na “web”, em blogs e etc. Eu mesma abri um tópico no fórum de Maurícia e algumas pessoas me retornaram com ótimas dicas! Como fomos no inverno, foi basicamente unâmime a dica de ficar no norte da ilha, onde ventaria menos, teria mais sol e menos chance de chuvas no período. Isso diminuiu bem a minha pesquisa, mas não significa que ficou mais fácil HAHA Os hotéis são simplesmente maravilhosos, são muitas opções para todos os gostos – e bolsos. Como queríamos aproveitar também a África do Sul, não quisemos gastar todo o nosso budget só na ilha, então fui para o lado de resort all inclusive de categoria média (nada de bangalôs no meio do mar, infelizmente haha – fica pra próxima).

Uma das coisas que eu pensei bastante enquanto pesquisava sobre destinos de lua de mel foi sobre hoteis “adults only”. Eu nunca tinha ficado em um hotel assim, mas cogitei a possibilidade principalmente por ser um resort e as chances de ter crianças correndo, gritando e enchendo o saco e etc, era bem grande. Queríamos aproveitar o momento a dois, mas principalmente descansar pós todos os preparativos do casamento&casa.

Com esse novo “critério”, a busca reduziu bastante e consegui elencar 2 ou 3 hotéis para avaliar com mais calma. Optamos pelo Victoria Beachcomber, que tinha acabado de lançar a área “adults only” e as fotos de divulgação nos deixaram encantados – além de todas as avaliações positivas. Apesar da antecedência (fechamos seis meses antes), todos os quartos do térreo estavam ocupados e fui obrigada a reservar o do primeiro andar. Mesmo assim, resolvi mandar um e-mail pra eles pedindo que me avisassem se tivesse algum cancelamento e uma semana depois consegui o “upgrade”.

Minha preferência pelo apartamento no térreo era simplesmente por ter uma piscina no “terraço”. SIIIIM, abrindo a porta do quarto você vai para a varanda e um degrau para baixo já entra na piscina! Como ela é ligada a todos os apartamentos do térreo e precisa ser hóspede para entrar no espaço do “adults only”, ela fica bem vazia e dá quase para chamar de privativa.

Imagem via: Beachcomber Hotels

Como podem ver na foto acima, além da piscina, passando por um pequeno jardim você já está na praia! Conseguem imaginar a vista do quarto? Eu acordei todos os dias antes das 6 da manhã só pra assistir o sol nascer deitada na varanda e ouvindo os passarinhos; dá uma olhada em uma das fotos do nascer do dia que eu tirei (eu tirei uma por dia hahaha):

Dentro da parte do Victoria For 2 tem um restaurante exclusivo para os hóspedes de lá, o Morris beef, que serve café da manhã em formato de buffet e almoço e jantar a la carte. Nós tomamos café lá um dia e era super tranquilo, praticamente só a gente e mais um casal. Nos outros dias decidimos ir ao buffet mais completo que fica no centro do resort e tem bem mais opções.


Restaurante Morris beef. Imagem via: Beachcomber Hotels
Nós almoçamos e jantamos mais no restaurante La Casa, italiano, e a comida era maravilhosa. Desde o couvert de pãezinhos até a sobremesa e a carta de vinhos. SIM, tinha várias opções de vinho inclusas no plano all inclusive e nós não deixamos passar em nenhuma refeição. Provamos alguns sul africanos, nos apaixonamos em um australiano e não deixamos de conhecer alguns italianos também.

Nos bares do resort também tínhamos algumas opções de drink dentro do plano, mas não aproveitamos tanto porque nós dormimos a maior parte do tempo. Pois é, nós até deixamos de almoçar por ter dormido demais e perdemos o horário dos restaurantes a la carte em um dos dias e tivemos que jantar no buffetzão mesmo HAHA Mas a ideia era descansar, então acho que tudo bem!

No último dia nós resolvemos fazer o passeio de mergulho (incluso!). Nos inscrevemos um dia antes e aparecemos na “marinha” alguns minutos antes, pegamos nosso kit (snorkel + pé de pato) e embarcamos. Fomos até uma parte mais afastada do hotel e mais para o “meio” do mar e pulamos pra ver corais e peixinhos na água EXTREMAMENTE GELADA. Foi uma delícia e nos arrependemos por ter deixado para o fim, pois com certeza faríamos de novo.
Eles também oferecem passeio de jet ski, lancha, standup e alguns outros esportes aquáticos, mas estes são pagos e devem ser reservados com antecedência.

O resort também conta com muita recreação para as crianças e no nosso período lá estava rolando uma convenção de uma pizzaria (nunca quis tanto trabalhar em uma pizzaria! HAHA) e tiveram algumas coisas exclusivas pra eles (teve até festa na areia), mas não nos atrapalhou em momento algum.

Toda noite tinha algum show de música para animar o pessoal, mas não passava das 10 da noite, então não tínhamos muito o que fazer e voltávamos para o quarto para dormir e assistir aos jogos da Copa. Eu acho que isso de querer atividades até tarde é algo meio brasileiro, porque nunca vejo o pessoal muito animado pós jantar não, viu haha

Lua de mel Ilhas Maurício

O resort oferece de tudo para todas as idades e na parte principal vimos bastante família com crianças e pessoas de idade. Sempre tinha gente na piscina, na praia, tomando sol, tomando drinks… A intenção é aproveitar o próprio resort, mas existem passeios pela ilha que, se tivéssemos mais tempo, era possível que fizéssemos.

Falando sobre orçamento, na minha visão é um lugar razoavelmente acessível. Não dá nem para comparar com Ilhas Maldivas ou Bora Bora; e outro ponto positivo é que é bem mais fácil (e rápido) chegar. Como disse, lá tem hotéis para todos os tipos de bolso, o Victoria Beachcomber se enquadra na hospedagem intermediária. Eu acabei gastando um pouco mais do que o planejado por algumas razões:

1) Era nossa lua de mel;
2) Eu e o Gui viajamos “sozinhos” pouquíssimo antes de casar, então podíamos aproveitar;
3) Preferi o all inclusive do que ficar fazendo contas a cada refeição (aqui talvez tenhamos economizado ao invés de ter gastado mais);
4) Quis reservar o “swim-up room” que tinha uma diferença razoável para o quarto “normal” (no andar de cima);
5) Não sei se um dia voltaremos para lá (a viagem cansa um pouco pela distância), então vamos aproveitar o máximo!

O que posso resumir desses dias na ilha é que acertamos em cheio na escolha do destino e ficamos encantados com tudo. Saindo de lá ainda teríamos muita aventura e paisagens lindas na África do Sul, mas vou contar em outros posts pra vocês com mais calma e com algumas dicas do que fazer e não fazer!

Para mais dicas sobre destinos internacionais para a lua de mel, recomendo acessarem o blog da Hoteis.com nesse link aqui.

Espero que tenham gostado do post! Visitariam Maurício para ver essa água cristalina e conhecer um país diferente? Me contem :)


Página 1 de 27112345... 271Próximo