Sonhei com você na última noite

Crônicas • 13.10.2016  

Sonhei com você na última noite.

Você estava lendo meus livros do curso de inglês. As atividades que eu tinha feito enquanto ainda estudava, lá quando eu tinha de 12 a 16 anos. Até que reparou que em uma das respostas eu havia colocado seu nome. Era algo no sentido de “Quem você gostaria de ver agora?” E lá na resposta tinha seu nome e sobrenome. Não tinha nem como eu correr, fingindo que não era você. Lembro bem que fiquei até vermelha de vergonha no sonho.

– Ah, então você já conseguiu?
– É, acho que sim… Mas faz muito tempo isso! Que vergonha!

E aí você me abraçou. Foi logo depois disso que a gente se beijou. A primeira coisa que eu fiz quando a gente começou a se beijar foi subir minha mão pelo seu cabelo. Engraçado como o sonho demonstra bem nossos mais íntimos desejos, não é? Porque morro mesmo de vontade de passar a mão por seu cabelo.

Mas o mais engraçado nisso tudo é que quando formei no curso de inglês, lá em 2007, eu nem imaginava que em 2015 iria acabar te conhecendo. Jamais imaginaria que poderia me apaixonar assim por você e, com certeza, a nenhuma das minhas atividades eu respondi com o seu nome completo.

Mas vai tentar explicar um sonho… Vai tentar entender! O bom mesmo é o que acontece na hora que a gente acorda, quando consegue lembrar daquilo que sonhou e acaba sorrindo diversas vezes durante o dia, só por causa daquele sonho que teve na última noite.

Pois é… Sonhei com você na última noite e acordei sorrindo.