Resenha: O Amor Mora ao Lado – Debbie Macomber

Resenhas • 01.03.2014  

O Amor Mora ao Lado

Uma gata, um gato e dois donos que são vizinhos e nunca se falaram devidamente. Uma paixão que estava escondida por trás das paredes que dividem os apartamentos dos dois. Um romance leve e sem muitas pretensões de Debbie Macomber.

Em O Amor Mora Ao Lado, como o próprio título já diz, conhecemos dois vizinhos de apartamento, parede com parede, de um lado Lacey Lancaster e do outro Jack Walker.

Falando primeiramente sobre Lacey: ela se mudou após um divórcio que a fez desistir do amor, de encontrar com um homem e todo aquele drama pós-traição. Após um ano de divórcio e mudança, vivendo apenas com sua gata,Cleo, Lacey passa vários dias escutando a briga de Jack, seu vizinho, com a namorada. As paredes são suficientemente finas para ela ouvir a discussão e coisas quebrando. Ela nunca reclamou, mas quando resolveu fazê-lo, não percebeu que o gato do vizinho, Cão, havia entrado em seu apartamento, indo diretamente em direção a Cleo – e pior: engravidando-a.

O Amor Mora ao Lado

Quando Lacey descobre que sua gatinha está grávida, bate à porta de Jack para enfrentá-lo e pedir para que seja responsável pelo menos pela gravidez de Cleo, que ele, de alguma forma, também faz parte. E pronto, isso já o suficiente para os dois começarem a gostar um do outro (apesar de Jack já ter paquerado Lacey algumas vezes, sem sucesso). Há um mal entendido sobre a namorada de Jack e esse é um dos únicos problemas “resolvidos” durante o livro (ou melhor, os primeiros capítulos).

Lacey tem medo de se envolver com outra pessoa e pensei que ela iria com calma nessa relação, mas mal pisquei e ela já está agarrada a Jack, contando sobre seus desafios profissionais e ele contando à ela sobre os assuntos de família e tudo mais.

Gostei da diagramação do livro, os inícios dos capítulos são uma gracinha e tem gatinhos espalhados pelo livro todo. A fonte bem grande e o espaçamento na medida certa, fez com que o livro parecesse ter menos de 100 páginas.

O Amor Mora ao Lado

Não dá para falar muito mais sobre o livro, que tem 139 páginas (as últimas trazem o primeiro capítulo de outro livro de Debbie), sem contar todos os acontecimentos da história. Então, deixo aqui um quote e meu convite para você ler esse livro somente se estiver procurando uma leitura leve e sem pretensões.

-Também não quero ir.
– Então, por que estamos indo?
– Porque não aguento ficar mais um minuto sem beijar você. E fazer isso no meio de Chinatown pode deixá-la constrangida.

página 61.

O Amor Mora ao Lado

Apesar de ter lido esse livro em pouquíssimas horas, não foi algo que me prendeu totalmente exatamente pela falta de desenvolvimento dos fatos que foram acontecendo ao decorrer da história. Muitos problemas foram jogados nas páginas e, quando você acha que ele vai ser explicado/resolvido, ou mais um problema é lançado ou o livro acaba.

Talvez por esse livro ter sido escrito há 20 anos, a autora, ao conseguir lançá-lo em 2011, deveria ter feito alguns ajustes. Pode ser coisa minha, mas a história está mais para um conto do que para um livro realmente dito.

O Amor Mora ao Lado – Family Affair
Páginas: 160 Editora: Novo Conceito Nota: ★★★☆☆