Resenha: Simplesmente Ana – Marina Carvalho

Resenhas • 09.02.2017  

Simplesmente Ana é o primeiro livro de Marina Carvalho. Foi este livro que fez com que vários leitores percebessem que queriam ler qualquer outra coisa que a autora escrevesse. Eu me senti assim, apesar de ter lido anteriormente Ela é uma Fera!, Marina Carvalho me conquistou por causa de sua narrativa fácil e envolvente, característica que observei nas duas obras.

Simplesmente Ana tem uma história bem parecida com a de O Diário da Princesa, mas mesmo tendo todas as suas semelhanças, não te deixa com vontade de largar o livro. Pelo contrário: só te deixa com ainda mais vontade de ler e descobrir o que pode acontecer na história.

Ana está na faculdade de Direito e mora em BH com a mãe. Certo dia ela recebe uma mensagem de um homem no seu Facebook dizendo que acha que ele é o seu pai. Essa mensagem está em inglês e a deixa intrigada, então ela resolve responder. Essa resposta vai ser capaz de mudar toda a sua história: passado, presente e futuro.

Ana é filha do rei da Krósvia. E é para este país que ela vai, para conhecer seu povo, sua casa, seus costumes, sua família. É para lá que ela vai para se tornar princesa. Apesar de ter um relacionamento no Brasil, com Arthur, a garota não se deixa ficar presa por aqui por causa disso. Conversa com ele e eles entram num consenso de que só resolveriam a situação do relacionamento quando ela voltasse. Eles não estavam namorando mesmo, apenas se conhecendo. A atitude e a fala de Arthur me fizeram pensar que ele pudesse ser um cara legal, mas depois que Ana chega na Krósvia… Ele para de dar atenção.

É por causa desta atenção não recebida de Arthur que Ana acaba se envolvendo um pouco mais que o necessário com Alex. Alex é filho da mulher que foi esposa do pai de Ana. Eles são irmãos por causa disso, mesmo que não tenham o mesmo sangue. Mas Alex é lindo, inteligente… E mesmo que desconfie que Ana tenha inventado essa história de ser filha do rei, ainda é a personificação de Jared Padalecki, o Sam de Supernatural e o Dean de Gilmore Girls (por mais que eu, como leitora, só consiga enxergá-lo como Sean Faris por causa da linda pinta acima da boca).

Eu me apaixonei por todos os detalhes da história. Fiquei louca com todos os personagens, fiquei sonhando com a Krósvia e com tudo o que acontecia com Ana. A personagem me conquistou e Marina Carvalho ganhou meu coração de leitora, me deixando ainda mais curiosa pelo que vem pela frente. E por mais que este livro termine bem fechadinho, tenho certeza de que Marina vai fazer algo ainda mais interessante no segundo, deixando todas nós, fãs deste livro, louquinhas por mais Alex, por mais Ana e por mais Krósvia!

Simplesmente Ana
Páginas: 304 Editora: Novo Conceito Nota: ★★★★★


Resenha Premiada: Lola e o Garoto da Casa ao Lado – Stephanie Perkins

Resenhas, Sorteios • 10.06.2014  

Ratos Lola e o Garoto da Casa ao Lado é o segundo livro que leio da Stephanie Perkins e a história é entrelaçada com o primeiro, Anna e o Beijo Francês, apesar de não ser uma continuação e nem interferir na leitura um do outro; mas Anna aparece nesse livro e a narrativa é bem parecida: leve, engraçada e muito bem construída.

Lola Nolan é uma garota de 17 anos que não se importa com o que os outros pensam, está sempre vestida da maneira que quer, tem um estoque enorme de perucas coloridas e, para ser ainda mais diferente: tem dois pais. Abre parênteses para comentar sobre os fofíssimos Andy e Nathan; um preocupado demais com a filha e o outro que apoia as suas loucuras (ou quase isso). O que ambos têm em comum é que não aprovam o namoro de Lola com Max que, além de ter 22 anos, tem tatuagens, é músico e não os agrada nem um pouco. É por isso que em todas as manhãs de domingos ele tem que estar lá na casa deles para tomar café da manhã com os pais de Lola. Só que Lola não sabe se exatamente ama Max ou se está com ele por ser desejado por muitas garotas – além de ela também querer esquecer sua paixonite do passado, Cricket Bell que, aliás, acaba de voltar para a vizinhança com sua irmã, Calliope.

A volta dos gêmeos para a casa ao lado significa algo muito ruim para Lola. Sabemos que algo aconteceu entre os três, algo bem ruim para Lola não querer mais olhar na cara de nenhum dos dois. Ao decorrer do livro dá para entender esse sentimento por Calliope porque ela é insuportável, mas Cricket vai se mostrando cada vez mais fofo.

O desenvolvimento da história é bem clichê, mas os personagens são bem construídos e a forma como Stephanie escreve sobre a vida deles, relacionando o passado com o presente, trazendo problemas e soluções durante todo o livro, é muito bem feita e a escrita é impecável, arrancando risadas e sorrisos bobos no rosto.

Quem ainda não leu nem Anna e nem Lola, sinceramente não sei o que está esperando. Você vai ler em uma sentada só e não se arrependerá. Aproveite esse tempinho frio e de chuva para conhecer uma história leve e cativante (eu até leria novamente para sair da minha ressaca literária, juro).

Lola e o Garoto da Casa ao Lado – Lola and the Boy Next Door
Páginas: 288 Editora: Novo Conceito Nota: ★★★★★

CONTINUE LENDO »


Resenha: Por Um Momento Apenas – Bella Andre

Resenhas • 20.05.2014  

Por um Momento Apenas é o segundo livro da série dos irmãos Sullivan, da autora Bella Andre. Essa série é a aposta erótica da editora Novo Conceito e tem dado muito certo. No primeiro livro, Um Olhar de Amor, conhecemos o primeiro irmão Sullivan, o fotógrafo Chase. Nesse volume conhecemos Marcus, dono da vinícola da família e o irmão mais velho, sendo, assim, o mais responsável.

Essa resenha não é recomendada para menores de 18 anos.

 

Conhecemos Marcus Sullivan no momento em que ele está terminando com a noiva após encontrá-la na cama com outro homem. Ele decide sair para encontrar uma mulher sem precisar saber o nome dela, pegar seu telefone ou qualquer coisa do tipo; ele só quer alguém para passar a noite – e só uma noite.

A protagonista feminina desse volume é Nick, uma cantora pop que tem muita fama de baladeira, de chegar atrasada aos ensaios por ter bebido demais na noite anterior e por ter vários homens. Apesar dela se esforçar para apagar essa imagem, esta noite ela quer aproveitar da fama e se divertir. Bem, se você somou 1 + 1, já pode prever que os dois vão se encontrar e dar sequência à história do livro.

Apesar de ambos estarem com a mesma vontade, assim que eles chegam à casa do irmão de Marcus (que não está na cidade e liberou para ele), Nicole acabada dormindo no colo de Marcus e ele deixa que ela fique lá e desiste de sua vontade inicial. Assim que Nicole acorda, o inesperado acontece e eles conseguem o que tanto queriam… O problema é que eles percebem que não conseguirão manter isso como um caso de uma noite só.

A história vai se desenrolando conforme ambos tentam negar que estão gostando um do outro e ao mesmo tempo tentando não ficar longe, se vendo sempre que possível. Porém Nicole precisa seguir com a sua vida, ela ama o que faz e sabe que não pode ter um relacionamento sério com alguém mais velho, super responsável com a família e que não poderia segui-la em suas turnês. Mas o amor não falaria mais alto nesses momentos?

Esse livro me animou para continuar a série por ter um enredo melhor construído e trabalhado e fazer jus ao gênero literário da série, diferente do primeiro que foi uma melação do início ao fim. Claro que esse também tem seus momentos de mimimi, mas aparecem nas horas certas para dosar com as cenas mais eróticas. Recomendo para quem
quer entrar no universo erótico e procura uma leitura leve.

Por Um Momento Apenas – From This Moment On
Páginas: 272 Editora: Novo Conceito Nota: ★★★★☆


Página 2 de 21123456... 21Próximo