Resenha: Eu Me Chamo Antônio – Pedro Gabriel

Resenhas • 21.01.2014  

eu me chamo antônio

Essa será minha primeira resenha de um livro mais ilustrado do que escrito e vai ser ter bastante foto, porque só assim para mostrar pra vocês o trabalho maravilhoso do Pedro Gabriel.

Antes de juntar sua coletânea de guardanapos em um livro, Pedro publicava seus poemas, escritos enquanto estava em bares, restaurantes ou divagando sobre a vida, no Facebook e recebia vários compartilhamentos. Ele criou uma página com o mesmo título do livro, Eu Me Chamo Antônio e hoje tem mais de 528 mil pessoas curtindo, comentando e compartilhando os poemas dele.

Acredito que foi uma ótima ideia ter colocado alguns de seus guardanapos em um livro e compartilhar com mais pessoas fora do “mundo virtual”. Imagino como deve ter sido difícil escolher apenas alguns no meio de tantos que ele deve ter guardado – e que já postou no Facebook.

eu me chamo antônio

O livro está dividido em dez capítulos intitulados: à primeira vista, encantado, atire, fragilidade brutalidade, retirada, coragem, acorda, “futuro, apresente-se”, liberdade e desperte; em cada um há uma compilação de poemas ligados ao título (ou pelo menos foi a forma que ele encontrou para dar temas aos seus pensamentos).

eu me chamo antônio

Algo que achei extremamente necessário e importante foi o “glossário” no final do livro, com todas os escritos dele, porque, confesso, uns quatro ou cinco eu não consegui decifrar. Ele até colocou no início do livro um aviso: Admito. Às vezes, bebo além da conta e minha letra acaba perdendo um pouquinho de sobriedade também. Por isso, coloquei no final do livro a legenda de todos os meus escritos.

eu me chamo antônio

A minha poesia favorita estava escondida na última página do livro. Mas não tinha como ser outra a escolhida, já que essa fala de livros e leitura:

eu me chamo antônio

Ao final do livro tem um guardanapo em branco para o leitor escrever a sua poesia também e compartilhar nas redes sociais utilizando a hashtag #livrodoantonio. Eu tentei escrever algo, mas não consegui, então vou mostrar só como é a página com o guardanapo em branco:

eu me chamo antônio

Eu Me Chamo Antônio
Páginas: 192 Editora: Intrínseca Nota: ★★★★★