#xuxusemforma: desabafos de uma gordinha

#xuxusemforma • 18.08.2014  

#xuxusemforma é um projeto que, junto com algumas amigas, tem o objetivo de manter uma vida mais saudável.

Eu sempre fui gordinha. Nunca vi uma foto minha sem dobrinhas, desde neném até hoje, a única fase que posso dizer que “estava bem” (mas muito provavelmente estava acima do “peso ideal”) foi entre 3-4 anos, e olhe lá.


juh_pequena2

Aos 5 anos já começou a aparecer o papo, os braços gordinhos e etc…


Eu sei que um dos problemas foi a liberdade dos meus pais com tudo que eu comia… Meu lanchinho da escola tinha bolo, chocolate, bolacha recheada, suco de caixinha, etc, etc… Era muito provável que eu engordaria na infância/adolescência se comesse tudo isso porque minha genética é de gordinhos. Avós, pais, tios e etc, a maioria tem tendência a engordar e é óbvio que comigo não seria diferente (exceção pra que te quero!). Aí chegou a adolescência, meninos, festas e etc e você começa a tomar consciência de como a sociedade enxerga quem está fora do “padrão de beleza” imposto pela própria sociedade.

É nesse momento que você sofre bullying, chora antes de ir aos aniversários de 15 anos porque nenhuma roupa fica boa, não consegue um “namoradinho” pra perder o BV, é a amiga de todo mundo (gordinhos sempre são legais, não é mesmo?) e etc… É uma fase terrível e transitória. Você está saindo da infância e indo para adolescência… Você está virando mocinha (para os meninos: a barba começa a nascer), seus seios não cabem mais dentro do sutiã, você precisa começar a pensar no futuro e na carreira que quer seguir… E a ansiedade fica como? comendo.

juh-15anos juh-formatura

Aí você vai para o colégio e as coisas começam a ficar ainda mais sérias. Você entra na academia, faz dietas de nutricionistas e começa a emagrecer, mas todo o stress de vestibular, mudanças de rotinas e etc começam a dificultar sua nova tentativa de emagrecimento. Eu consegui passar o primeiro e segundo anos do colégio até que bem, indo na academia diariamente e com acompanhamento de nutricionista, mas não durou muito e logo eu já estava novamente na briga com a balança.

juh-colegio juh-evanave

Entrei para a faculdade e comecei a trabalhar. Meu primeiro salário foi simplesmente gasto em doces. Não, vocês não leram errado. Gastei tudinho em chocolate, bolachas recheadas, sorvete e etc… Já conseguem imaginar como foi o resto do ano, né? Na minha segunda faculdade (um ano depois), tudo ficou ainda pior: como era em São Paulo e eu ia direto do trabalho pra lá, minha janta era nas cantinas de lá mesmo: salgados, refrigerante e chocolate. E bar.

juh-chile juh_2010

Eu até fiz academia, quando entrei de férias, e essa foi a minha melhor época: 2011 e 2012, consegui emagrecer quase 15kg em 6 meses e fiquei bem. Me senti bem. Na verdade, na época, eu me sentia super gorda, mas se eu olhar as fotos agora, vejo que estava bem sim.

juh_2012 juh_2012_4

juh_2012_1 juh_2012_3

Essas são as fotos que eu olho praticamente todos os dias para tentar me motivar a voltar para aquela rotina de reeducação alimentar e atividade física.

Vocês já devem ter cansado dessa foto haha

Vocês já devem ter cansado dessa foto haha

Eu engordei 23kg de 2012 pra cá. O pior foi durante o ano de 2013 por conta do TCC… Mas eu sei que isso foi só uma desculpa e que eu já deveria ter mudado tudo novamente pra voltar à vida saudável… Já passamos da metade de 2014 e eu não fiz nada do que “prometi”: não voltei para a academia, não procurei uma nutricionista e muito menos tomei vergonha na cara.

É complicado, você tenta, não consegue, tenta de novo, desiste, tenta novamente, não consegue… Cansa, sabe? Eu estou exatamente nessa fase de querer jogar tudo pro alto e me aceitar que nunca serei magra, nunca conseguirei ficar sem comer tudo o que eu gosto e nunca conseguirei manter uma rotina não-sedentária. Minha estrutura óssea não é das “melhores” e eu não posso me forçar a ponto de querer parecer com uma magra x e magra y porque meu corpo não será assim, nunca. É difícil aceitar isso e é mais complicado ainda quando você fala sobre isso com as pessoas e elas simplesmente torcem o nariz falando que isso é uma desculpa. Sabe, não é desculpa, é ciência! Meus ossos são largos, eu nunca vou usar uma calça 38 e muito menos conseguir fechar uma bota de cano de alto com zíper do mesmo jeito que uma pessoa que pode até pesar o mesmo que eu e usar o mesmo número, consegue. São estruturas diferentes e é difícil engolir, mas é a realidade.

Uma das coisas que nunca consegui fazer foi mudar meus hábitos. Não adianta ficar toda feliz que eliminou X quilos se a sua mente não mudou, se seus hábitos não mudaram e se você continua comendo escondida. Isso precisa entrar na minha cabeça de qualquer jeito. Eu preciso mudar, não radicalmente, mas preciso pensar no futuro, no meu vestido de casamento, nos filhos que quero ter e na vida que quero ter daqui pra frente: saudável e ativa. É difícil, mas eu vou tentar novamente. Essa foi a foto que me fez perceber como estou e como eu não quero mais estar vergonha mode on:

juh_2014

Daqui a uma hora, vou conhecer uma nutricionista indicada por uma amiga. Assim que minha tosse passar, vou voltar aos exercícios e vou dar início ao projeto #cruzeirodasgostosas hahaha Em Dezembro vou fazer um cruzeiro com o meu namorado e eu me recuso a entrar no navio do jeito que estou hoje. Minha meta é eliminar, pelo menos, 15kg até lá, para poder pelo menos usar as roupas que tenho no armário, pra não precisar comprar novas e maiores. Eu tenho muita roupa com etiqueta de quando fui para os EUA ano passado porque pensei “vou emagrecer, vou comprar um número menor”, então, tenho que desencalhá-las logo!

Quem topa me motivar? <3 Toda e qualquer palavra, dica e etc é incentivo!


  • Bia Lourenço

    Em 18.08.2014

    Ai Juh, não sei se fico aliviada por ver que nós enfrentamos histórias parecidas ou se fico triste por enfrentarmos isso :(

    Mas a força vem de nós, vamos conseguir!!!
    Por um dia onde seja possível encontrar o amor próprio ao olhar no espelho! :)

    [Responder]

    Juh Claro:

    É complicado mesmo, eu fico triste :( haha Mas vamos conseguir sim, tenho certeza <3

    [Responder]

  • Steh

    Em 18.08.2014

    Bom, como você já sabe pode sempre contar comigo pra motivar :) é normal quando a gente emagrece ainda se achar gorda, eu tive esse problema com 15-16 anos. Eu estava pesando meu menor peso ever, que foi 57 kg nunca mais voltei nisso hahaha, e eu me achava gorda. Ai rolou uma intervenção materna.
    E quem tem tendência é um inferno, mas a gente consegue :)

    [Responder]

    Juh Claro:

    É, se eu tivesse visto melhor que eu estava bem, quem sabe eu não teria mantido? Agora não adianta chorar, só tentar novamente.
    <3

    [Responder]

  • Babi Lorentz

    Em 18.08.2014

    Juh, motivação é o que nós estamos precisando mesmo. E o que tem me motivado ultimamente foram as frases que escutei da minha avó e do meu pai. Vovó disse que minhas roupas encolheram; meu pai disse que eu preciso parar de comer do tanto que eu tô comendo porque eu estou extremamente gorda. Difícil ouvir, mas é verdade.
    Nunca estive tão gorda, confesso. E olho pras minhas fotos hoje e acabo percebendo que realmente necessito voltar à dieta.
    Vou tentar fazer daqui e você vai fazendo daí, ok>
    Se -15 quilos é sua meta, já deixo aqui que pretendo emagrecer pelo menos 10.
    E, claro, vamo que vamo!

    [Responder]

    Juh Claro:

    É muito ruim ouvir essas coisas, né? Mas às vezes é necessário mesmo… Apesar de eu achar que não motiva, só atrapalha, mas ok! haha
    Vamos sim, em Dezembro te cobro, hein? haha

    Vamo que vamo! <3

    [Responder]

  • Anna

    Em 18.08.2014

    Juh,
    Tenho certeza que você vai conseguir atingir seu objetivo, sabe porque? Você está focada e determinada a mudar e isso é o mais importante!
    Eu preciso me motivar também, devo estar uns 20 quilos acima do meu peso (detesto subir em balança) e fazem mais de dois anos que não vou na academia por causa da rotina de trabalho super puxado em horário horrível e com uma folga na semana!! Quem sabe agora eu consigo também, né?
    Vai Juh!!

    [Responder]

    Juh Claro:

    Eu nem tenho desculpa por não estar indo à academia porque só estou trabalhando e perto de casa, então daria muito bem para ir diariamente lá, mas a preguiça e tal, sabe como é, né? :/
    Mas estou determinada sim e espero que consiga, senão vou ficar muito frustrada!
    Obrigada pelo apoio <3

    [Responder]

  • Hellê

    Em 18.08.2014

    Ju, há muito tempo não nos falamos, mas seu post me chamou muito a atenção e não consegui ficar no mute, acho muito válida a maneira como você aceita que tem dificuldade em manter hábitos mais saudáveis e que você reconhece ao mesmo tempo que precisa mudar e que vai ser difícil. O que mais me preocupa quando a gente fala nessa tal ditadura da magreza são aqueles que pensam que vai ser fácil e procuram métodos extremamente prejudiciais e acabam comprometendo a saúde, é legal ver que você sabe que não se chega lá fácil, que tem que ralar, pois nada cai do céu, e acho que isso já é um passo gigantesco, te desejo muita força de vontade e bora bater metas \o/ #forçaju

    [Responder]

    Juh Claro:

    Nem acreditei quando vi seu comentário aqui! haha Pegando as fotos pro post, vi várias montagens nossas no fotolog (ai, que vergonha haha), que saudade daquela época <3
    Enfim, obrigada pelas palavras! Eu realmente sei como é difícil e estou procurando o jeito mais correto ao invés do mais fácil, porque é algo que quero manter, não só pra ficar por um tempo. Eu cheguei a tomar remédio esse ano e emagreci rapidinho, mas tive vários efeitos colaterais e resolvi deixar quieto. Se já consegui uma vez, consigo de novo, né?
    Obrigada <3

    [Responder]

  • Patty

    Em 18.08.2014

    Nossa, Juh, cê num faz ideia do tanto que eu me identifico com você. Eu sempre oscilei muito com peso e passei por mil médicos, academias, esportes e afins pra tentar manter o peso. To procrastinando desde o começo de junho pra tomar vergonha na cara, mas a sua dedicação tá me motivando, então é nozes! Vou tentar acompanhar a sua meta de -15kg!

    Beijocas

    [Responder]

    Juh Claro:

    Eu to desde o começo do ano tentando tomar vergonha na cara, porque prometi pra mim mesma que assim que me formasse, iria voltar pra vida “ativa” e saudável… Mas é Agosto e nada disso aconteceu :( Enfim, vamos nos motivar juntas e conseguir!
    Beijo <3

    [Responder]

  • Mari Alencar

    Em 18.08.2014

    Ju eu sei como é essa frustração em querer organizar a alimentação em cima de nossa rotina e não conseguir. Também estou nessa batalha com a balança, eu estou muito acima do meu peso ideal, e a ansiedade simplesmente não me deixa parar de comer. Mas nós vamos conseguir, eu, você, a Babi e todas as outras leitoras que se identificaram com o seu desabafo. Mais do que estar bonita precisamos estar saudáveis e a beleza vem como consequência. Beijo! :***

    [Responder]

    Juh Claro:

    Oi, Mari!
    Sim, a saúde com certeza vem em primeiro lugar, mas isso não tem me bastado porque meus exames estão todos ok, sabe? Aí meio que falta uma motivação a mais… Então vou ter que partir pro lado estético pra ver se pelo menos a saúde mental melhora também.
    Boa sorte pra nós então! rs
    Beijo.

    [Responder]

  • Silvia

    Em 18.08.2014

    Minha linda, sei da minha grande parcela de culpa em tudo isso. Então sua meta é minha também!! Pode contar comigo e vamos juntas nessa!!
    #forçajuh !!

    [Responder]

    Juh Claro:

    Vamos juntas mesmo, hein?
    <3

    [Responder]

  • RCFurtado

    Em 18.08.2014

    Juliana, achei seu post corajoso. Me chamou a atenção! Tenho 42 anos, nunca fui gorda, mas qdo virei uma bausaquiana e resolvi ter uma vida mais saudável, queimar as gordurinhas extras, fazer musculação e optar por músculos definidos ou invés de pele flácida, tbm sofri preconceito. As pessoas se incomodam se vc quer estar bem, principalmente se vc já é magra. não há insetívora algum, muito pelo contrário. mas enfim…
    Vejo q vc tem força de vontade e isso já é o primeiro passo. Inspire-se, tenha foco, defina uma meta e dedique-se! vc é uma menina linda e tenho certeza q vc estará mais linda no cruzeiro q fará com seu namorado. Tenho uma nutri ótima, que me acompanha, se quiser te indico. Veja meu instagam @rcfurtado. siga alguns com dicas de dieta, nutris, ginástica, musculação, etc. Eles servirão para te inspirar, impulsionar e não deixar desistir…
    No pain, no gain.
    Força e Foco!!

    [Responder]

    Juh Claro:

    Olá Roseane, tudo bom? Obrigada pelo comentário e sua visita!
    Estou super focada e confiante que vou conseguir, o incentivo do pessoal tem me ajudado muito também; suas palavras também! Fui ontem à uma nutricionista e vou seguir a dieta dela e o acompanhamento por 3 meses para ver como me saio… Já estou seguindo seu instagram porque adoro essas dicas! :)
    Beijo e obrigada, novamente!

    [Responder]

    roseane furtado:

    Olá Juh, quero ver seus resultados postados, heim! Boa sorte, boa dieta e bons treinos! Não vai ser fácil, mas com foco tudo dará super certo.
    Uma dica: siga @blogdamimis, @lanapersonaltrainer e com ela a #missãomulhermaravilha, leia a missão pra vc entender. Eu fiz por 60 dias e deu super certo, emagrece mm (no meu caso queimei as gordurinhas extras). Outro bem interessante é @dessamonteiro, veja o antes e depois dela e inspire-se!
    @girlsinforma, entre outros… Mais uma vez, boa sorte, bjos ;o))

    [Responder]

  • Ana

    Em 18.08.2014

    Antes de mais nada: OMG que fofura sua foto de Banana de Pijama! :O

    E força na peruca que você consegue. Eu resolvi voltar à reeducação alimentar essa semana, a gente vai terminar o ano gostosa! Você vai ver! ;)

    [Responder]

    Juh Claro:

    Oi, Carô!
    Vamos sim, você está super bem! Tenho acompanhado suas corridas e quero muito começar a participar dessas maratonas :)
    Beijo.

    [Responder]

  • Aline T.K.M.

    Em 18.08.2014

    Achei bacana seu post, você dividir essa meta e seu histórico com a gente. Eu sempre briguei com a balança porque sempre fui muito severa comigo mesma, durante anos não comia uma série de coisas porque não me permitia pesar mais que x kg. É que como sou baixinha, qualquer quilo a mais fica gritante. Aí tive meu maior problema no meu primeiro ano de intercâmbio, quando ganhei 5 kg e foi meu maior peso da vida – como disse, sou baixinha, então aquilo ficava muito evidente. Mas depois de ter voltado p/ o Brasil, consegui voltar ao peso anterior (demorou quase um ano) quando realmente cuidei melhor dos meus hábitos. Disse isso tudo porque no momento que você mencionou a mudança de hábitos, isso é realmente a chave de todo o processo. Passei muitos anos fazendo dietas loucas (isso antes mesmo de engordar no intercâmbio), comendo de jeito bem errado e já tive um pé nos distúrbios alimentares, e sempre oscilava. Hoje sou adepta da alimentação saudável e não sei viver de outra maneira, é questão de necessidade (até porque sou muito encanada com doenças, então trato de comer sempre certinho). E consegui voltar ao peso de antes, e o melhor, voltei a comer coisas que há anos evitava por medo de ganhar peso, tipo arroz. Feijão de vez em quando eu como agora (antes eu contava nos dedos quantas vezes ao ano eu comia). Não curto nada com óleo, fritura, sal, e trato de evitar ao máximo comer coisas industrializadas e me sinto melhor (falando de saúde mesmo) com isso. O doce é meu fraco hehehe, acho que de todas nós né, mas também evito exageros (apesar das exceções de fim de semana hehe). E importante, passei a respeitar os horários das refeições, comer de 3 ou de 4 em 4 horas (não passo mais tempo que isso sem comer), e isso também ajudou um monte.
    Enfim, com certeza você vai conseguir e mesmo superar seu objetivo. A questão é mudar os hábitos e se acostumar de início. Depois você percebe como é muito mais saboroso e melhor para a saúde. =)
    Ainda sou muito encanada com peso, sempre me monitoro, mas acho que hoje estou mais perto do equilíbrio na alimentação e percebo como isso é importante.

    Beijinhos, Livro Lab

    [Responder]